sexta-feira, 2 de maio de 2014

Mercado de trabalho: qualificação ao longo da carreira

Em um mercado de trabalho apertado, que favorece quem está à procura de uma vaga, as oportunidades se multiplicam para os profissionais qualificados. Além de premiá-los com rápida ascensão, as empresas incentivam a continuidade dos estudos.

(foto Ana Rayssa)
A trajetória de Karen Fujita (foto), 34 anos, é o espelho desse quadro. Ela ingressou na operadora de telefonia Vivo aos 16 anos como estagiária no setor de Call Center. Assim que completou 18 anos, teve a carteira assinada. “A empresa apostou em mim. Proporcionou cursos que me permitiram ir para a área de vendas”, contou.

Durante os quatro anos em que trabalhou na nova vaga, Karen fez faculdade de Letras, com especialização em português e inglês. Assim que conquistou o diploma universitário, a empresa ofereceu um curso voltado para gestão e liderança. E ela se tornou gerente, com uma equipe de 36 funcionários.

Clique aqui para ler a reportagem completa publicada no Correio Braziliense.


Nenhum comentário:

Postar um comentário