quinta-feira, 29 de maio de 2014

Plano Nacional de Educação: Câmara aprova texto-base do PNE, destaques serão votados na próxima semana


Com a galeria tomada por estudantes, professores e trabalhadores da Educação, a Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta (28/5/2014), por unanimidade, o texto-base do projeto que institui o Plano Nacional de Educação (PNE).

universalização do atendimento escolar para crianças de 4 a 5 anos e a oferta de ensino em tempo integral
para, pelo menos, 25% dos alunos da Educação básica são duas das 20 metas do PNE

O PNE estabelece 20 metas a serem cumpridas nos próximos dez anos. Entre as diretrizes, estão a erradicação do analfabetismo; o aumento de vagas em creches, no ensino médio, no profissionalizante e nas universidades públicas. O plano destina também 10% do Produto Interno Bruto (PIB) para a educação – atualmente são investidos menos de 6% do PIB.

De acordo com o relator, Ângelo Vanhoni (PT-PR), a educação integral é a meta mais revolucionária do PNE.  “Em países desenvolvidos, os pais levam os alunos à escola às 7h da manhã e pegam às 17h. Isso porque a grade curricular, os sistemas municipais de ensino, contam com os conteúdos básicos – matemática, português, história, etc – e aulas de reforço no período da tarde, com tempo de sobra ainda para aulas de música, dança”, comparou.

Os deputados votaram conforme o parecer de Vanhoni, que alterou o texto aprovado no Senado. A principal mudança foi a alteração no artigo que trata do financiamento da Educação.

A comissão especial da Câmara que debatia a proposta aprovou a meta de atingir a aplicação de 10% do PIB em Educação pública ao final dos dez anos, conforme versão aprovada pela Casa em 2012. O texto do Senado previa que os recursos também poderiam ser utilizados em isenção fiscal e em subsídios a programas de financiamento estudantil.

Nas galerias da Câmara, estudantes, professores e profissionais de Educação seguravam cartazes e pediam a aprovação do PNE. Os manifestantes foram autorizados a acompanhar a votação no plenário e comemoraram o resultado sob os gritos de “10% do PIB para Educação”.

A votação do texto-base foi uma maneira de ganhar tempo na negociação dos temas considerados polêmicos como o que trata do financiamento da Educação. O tema vai ser debatido novamente na próxima semana quando os deputados devem votar os destaques ao texto.

Outro ponto a ser debatido é a possibilidade de a União ter de complementar recursos de estados, Distrito Federal e municípios se estes não atingirem o montante necessário para cumprir padrões de qualidade na educação, conceituados como Custo Aluno Qualidade inicial (CAQi) e Custo Aluno Qualidade (CAQ).

A votação dos destaques do PNE farão parte do esforço concentrado anunciado nessa quarta-feira, pelo presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). A intenção de realizar um esforço concentrado para votar matérias de maior apelo da sociedade.


sexta-feira, 16 de maio de 2014

Graduação e pós-graduação: Senai do Rio abre inscrições para 3 cursos

Você tem até 30 de maio para se inscrever no vestibular da Faculdade Senai Rio, que oferece cursos de graduação tecnológica em Automação Industrial , com 19 vagas, e Processos Metalúrgicos, 40 vagas, além de pós-graduação e cursos de extensão nas áreas de Petróleo & Gás e Biocombustível.

Alunos no curso de automação industrial, em foto de Antonio Batalha

Os cursos de graduação tecnológica são de nível superior, com duração de três anos. Para participar do processo seletivo, precisa ter concluído o ensino médio. O vestibular contará com redação e prova objetiva com questões de Português, Matemática e Física. As aulas serão nos campi da Tijuca, de Benfica e do Maracanã, de acordo com o curso.

O tecnólogo em Automação Industrial atua no planejamento, instalação e supervisão de sistemas de integração e automação. No mercado pode ser inserido em vários setores industriais, como petroquímico, alimentos e bebidas, papel e celulose, metalurgia, automobilístico e farmacêutico.

O tecnólogo em Processos Metalúrgicos utiliza os fenômenos envolvidos em processos como siderurgia, fundição, moldagem de ligas metálicas, tratamento térmico e superficial. Pode trabalhar em segmentos industriais como metalurgia, petroquímico, metalmecânico e automobilístico.

Com a graduação tecnológica, a atuação do Senai Rio oferece cursos desde as turmas de iniciação, passando pelos cursos de aperfeiçoamento, aprendizagem, qualificação, técnico, tecnólogo e extensão, até as turmas de especialização e pós-graduação.

Segundo pesquisa realizada pelo Senai, em áreas como petroquímica, energia, mineração, metalmecânica e eletromecânica, a média salarial dos técnicos passa as da carreira de nível superior como um todo: R$ 6.300 na petroquímica e R$ 5.700 na mineração, contra R$ 2.700 de um farmacêutico ou de um psicólogo, por exemplo.


Mais informações: 0800 0231 231, ou www.faculdadesenairio.edu.br


Pesquisa e inovação: banheiro químico para pessoas com deficiência ganha prêmio em feira internacional

Pipi Rodas, um banheiro químico adaptado para pessoas com deficiência, dotado de guincho de transporte do usuário de cadeira de rodas para o vaso sanitário e vice-versa, proporcionando acessibilidade a eventos culturais, entre outras atividades. Esse foi o projeto vencedor do Grand Prix Senai de Inovação, realizado durante a Business IT South America (BITS), no Centro de Eventos da Fiergs, em Porto Alegre − feira que se encerrou nesta quinta (15/5/2014).


Como a vencedora, as equipes foram formadas por alunos e técnicos do Senai e
representantes de universidades e de empresas (foto Sistema Fiergs)

Em segundo lugar ficou o projeto Estacione Aqui, um aplicativo web que permite a verificação estacionamento livre em áreas controladas por parquímetros, direcionando o tráfego para locais com oferta de vagas, evitando a circulação desnecessária em locais onde não há disponibilidade. O terceiro colocado foi o Fidelidade ao Transporte Público, um estímulo ao uso dos coletivos, por meio de um programa de milhagem para os usuários mais assíduos, que pode ser convertido em cupons para acesso a atividades culturais.

O resultado veio depois de 48 horas ininterruptas de muito trabalho, troca de ideias e informações e reflexão na elaboração de projetos para solucionar problemas de mobilidade. Surgiram 134 propostas − 71 delas com protótipos. Os três primeiros colocados estão pré-qualificados para participar do Edital Sesi Senai de Inovação e estão mais próximos de chegar ao mercado.

Promovido pelo Senai e IEL do Rio Grande do Sul, o Grand Prix de Inovação consiste na geração de ideias inovadoras, a partir da união de equipes multidisciplinares, formadas por alunos e técnicos do Senai, representantes de universidades e de empresas, tudo para estimular a inovação dentro das indústrias.


quinta-feira, 15 de maio de 2014

Pós-graduação e MBA: hoje é o último dia para se inscrever no Senai-SC

www.sc.senai.br. Este é o endereço para quem ainda quer se inscrever - esta sexta (16/5/2014) é o prazo final - em cursos que serão ministrados pelo Senai de Santa Catarina, a partir de 30 de maio.


A oferta faz parte das ações do Movimento A Indústria pela Educação, que realizará no triênio 2012-2014 mais de 823 mil matrículas em cursos de Educação básica, continuada, profissionalizante, executiva, além de capacitações e estágios.

O curso de MBA em Gestão de Projetos oferece aos alunos uma visão sistêmica dos processos e áreas de conhecimento associadas a este gerenciamento. Já a formação em Governança de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) prepara profissionais com base no Control Objectives for Information and related Technology (COBIT), um guia internacional das melhores práticas e mecanismos de TIC. O curso tem enfoque em aspectos conceituais, no atual estado tecnológico, em tendências e nas soluções comerciais existentes.

Capacitar profissionais aplicando técnica empregada na gestão industrial japonesa é a proposta do MBA em Lean Manufacturing. Já a pós-graduação em Engenharia de Automação prepara o profissional para atuar de forma integrada por meio de redes industriais e a partir de novas tecnologias.

Confira os locais e os cursos:

Blumenau
Pós-Graduação em Engenharia de Automação

Florianópolis
MBA em Gestão de Projetos
MBA em Governança de Tecnologia da Informação e Comunicação
MBA em Lean Manufacturing
Pós-Graduação em Engenharia de Automação

Itajaí
MBA em Lean Manufacturing

São José
MBA em Gestão de Projetos
MBA em Lean Manufacturing


Superiores de Tecnologia: Senai de São Paulo inscreve até 21 de maio

São cursos com características especiais, correspondentes à Educação profissional tecnológica de graduação. Podem participar alunos que tenham o ensino médio completo. Ao concluir o curso, o aluno receberá o diploma de tecnólogo.


Clique aqui para saber mais sobre.


Livros grátis: Unesp lança mais 57 livros digitais para download

A Pró-Reitoria de Pós-Graduação da Universidade Estadual Paulista (Unesp) e a Editora Unesp lançaram mais 57 títulos do selo Cultura Acadêmica para download gratuito. As obras integram a Coleção Propg/FEU Digital, que passa a contabilizar 249 títulos. Os e.books podem ser baixados em formato PDF ou Epub.


A coleção Propg/FEU Digital, uma das primeiras de e.books do país, foi iniciada em 2010. O objetivo é democratizar a produção acadêmica – todos os títulos são assinados por docentes da Unesp e abordam temas os mais variados dentro da área de Ciências Humanas, como Educação, história, geografia e política.

A meta do projeto é publicar 1.000 livros até 2020. Todo o novo lote e parte dos 192 livros que já integravam a coleção estão disponíveis também para impressão sob demanda. Durante 2013 foram contabilizados mais de 81 mil downloads de obras da coleção. Com o selo Editora Unesp, somam-se 355 as obras para download gratuito.

Clique aqui para conhecer todos os títulos e os autores que integram a Coleção Propg/FEU Digital Cultura Acadêmica.

Ou aqui para conferir entrevistas em áudio com os autores em. Elas podem ser localizadas pelo título do livro ou pelo nome do autor da obra.


quarta-feira, 14 de maio de 2014

Tecnologia e inovação: Brasil mostra avanços, indica BID

Por Agência Brasil

O Brasil apresenta avanços significativos na área da inovação, quando comparado a outros países da América Latina e do Caribe, disse nesta terça (13/5/2014), no 26º Fórum Nacional, no Rio de Janeiro, a representante do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no país, Daniela Carrera-Marquis.

De acordo com ela, isso tem a ver com a capacitação dos trabalhadores, dentro das empresas, além dos incentivos em infraestrutura. O fórum é promovido pelo Instituto Nacional de Altos Estudos (Inae).

O elevado índice de urbanização, estimado entre 75% e 80%, e o fato de haver cerca de 65% de concentração de valor agregado na indústria de serviços tornam a América Latina e o Caribe, e por extensão o Brasil, ambientes propícios ao desenvolvimento de centros de inovação.

De acordo com o BID, a inovação e a tecnologia estão relacionadas, em muitos aspectos, ao aumento e ao impacto positivo na produtividade. Dentre os fatores negativos para a expansão da inovação, Daniela citou o elevado nível de informalidade na região, além da falta de integração entre setores da sociedade.

“A inovação prospera em uma sociedade quando tem a capacidade de influenciar os setores público e privado, as universidades e os centros de pesquisa públicos e privados”, manifestou, destacando que a inovação deve ser usada para gerar aumento de produtividade econômica e, também, solucionar problemas sociais.

O BID apurou que o investimento, tanto público, como privado, ainda é reduzido na região. Existe ainda, de acordo com o banco, pouco vínculo entre as inovações científicas e a capacidade dessas inovações prestarem serviços à sociedade, usando os recursos das empresas privadas “para ter uma escala maior, que permita a utilização dos desenvolvimentos científicos para poder obter bons resultados nos desafios dos problemas sociais e econômicos da região”. Há também, apontou Daniela, muito espaço para melhorar o campo da educação superior.

No caso específico do Brasil, ela destacou que o elemento mais importante é o fator humano e não a falta de recursos. Daniela informou que em torno de 80% das empresas da região são de pequeno e médio porte. “Portanto, não têm acesso a capital técnico, financeiro e humano para sustentar seus processos de inovação”. Outro fator relevante para a inovação é o acesso à informação.


“O Brasil é um exemplo de bons resultados”. A participação do setor privado, em termos de recursos para inovação, porém, ainda é moderado, frisou Daniela Carrera-Marquis.


terça-feira, 13 de maio de 2014

Enem 2014: travestis e transexuais poderão usar nome social nos dias e locais das provas

Por Agência Brasil

O travesti ou transexual que se inscrever no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2014 poderá ser identificado pelo nome social nos dias e locais de realização das provas. Para isso, é preciso fazer o pedido pelo 0800 616161, até o final do período de inscrição.

Clique aqui para saber tudo sobre e fazer a sua inscrição

No momento de fazer a inscrição o nome a ser usado pelo travesti ou transexual é o que consta no documento de identidade, de acordo com a assessoria de imprensa do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O valor da taxa de inscrição é R$ 35 e pode ser pago até o dia 28 de maio. Estudantes da rede pública e pessoas com renda familiar até 1,5 salário mínimo ficam isentos do pagamento.

A nota do Enem pode ser usada para concorrer a vagas em instituições públicas de ensino superior, em cursos técnicos e a bolsas de estudo em instituições privadas de ensino superior. É também pré-requisito para firmar contratos por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e para obter bolsas de intercâmbio pelo programa Ciência sem Fronteiras.

Os estudantes maiores de 18 anos que ainda não obtiveram a certificação do ensino médio podem fazer o Enem com essa finalidade. Eles devem pedir, no ato da inscrição, que o resultado do exame seja usado para obter a certificação.

Para se preparar para o Enem, o aluno pode acessar o aplicativo do Banco de Questões da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), que reúne itens de 2009 a 2013.

Enem recebe quase 400 mil inscrições no primeiro dia
Nesta segunda (12/5/2014), primeiro dia de inscrições, o Enem registrou 393.890 inscrições até as 20h, segundo o (Inep).

O Inep espera ter 8,2 milhões inscritos no exame, um crescimento de 13,8% em relação aos 7,2 milhões de 2013. O ministro da Educação, Henrique Paim, recomenda aos estudantes não deixarem para fazer a inscrição na última hora. No ano passado, foram 2 milhões apenas no último dia.


sábado, 10 de maio de 2014

Pesquisa e inovação: edital inscreve empresas interessas em desenvolver produtos, processos ou serviços

O edital custeia projetos de inovação tecnológica nas áreas de saúde, segurança, qualidade de vida, Educação e cultura, por meio de produtos, processos e serviços. Pode concorrer qualquer empresa de qualquer porte do setor industrial. Nesta edição do edital, há duas novidades: as inscrições podem ser feitas durante todo o ano e startups também poderão participar, com aporte de R$ 5 milhões do valor total.

Dois casos de sucesso de edições anteriores do Edital Senai Sesi de Inovação vêm de Goiás. Com apoio do Senai, a Musa desenvolveu uma barra de frutas diferenciada que impulsionou o faturamento da empresa. O mesmo ocorreu com a Pura, que criou uma garrafa d'água com a chamada tampa-copo, que está fazendo sucesso com o público infantil. Assista ao vídeo sobre os dois projetos:




 As propostas de inovação inscritas terão R$ 30,5 milhões, sendo R$ 20 milhões para projetos na área do Senai, R$ 7,5 milhões do Sesi e R$ 3 milhões em bolsas de pesquisa em Desenvolvimento Tecnológico e Industrial (DTI) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Diferentemente dos outros anos, haverá ciclos contínuos de inscrição. Assim, as empresas terão chance de submeter propostas a qualquer tempo, até 15 de fevereiro de 2015, com possibilidade de seleção em avaliações trimestrais.

“Quem sai ganhando são as empresas. O prazo agora é maior. Assim, dentro desses períodos de avaliação, poderão surgir novas ideias e projetos que terão mais chance de aprovação”, explica Jefferson Gomes, gerente executivo de inovação e tecnologia do Senai Nacional.

Para a gerente de Projetos e Inovação do Sesi do Amazonas, Simonica Sidrim, o edital é um instrumento que assessora empresas a tirar do papel projetos que irão contribuir com a produtividade e a competitividade da indústria brasileira, melhorando as condições de trabalho e elevando a qualidade de vida dos trabalhadores.

As empresas precisam atuar em parceria com as unidades regionais do Senai e o Cetiqt, do Sesi, ou com o CNPq. Clique aqui para saber tudo sobre e fazer a inscrição do seu projeto.

O primeiro edital é de 2004, iniciativa do Senai. Naquele ano, os sete projetos aprovados receberam, juntos, R$ 375 mil. Em 2008, o programa ganhou a parceria do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), por meio do CNPq. No ano seguinte, o Sesi reforçou esse time. Até agora 2013, o Edital de Inovação já recebeu 3.066 propostas, sendo 524 aprovados.


quinta-feira, 8 de maio de 2014

Pronatec: 13 estados têm mais de 70 mil vagas em cursos de aprendizagem, qualificação e técnicos

Unidades do Senai de 13 estados estão com inscrições abertas para 70.404 vagas em cursos técnicos, de aprendizagem e de qualificação. Podem se inscrever estudantes da segunda ou terceira séries do ensino médio ou quem tem esse nível de escolaridade completo, além de acadêmicos e profissionais que já atuam no mercado.

Clique aqui para ver os cursos e as vagas de
acordo com cada estados (foto Divulgação)


A formação técnica oferece conhecimentos teóricos e práticos e prepara para a entrada no mercado de trabalho em setores da indústria. A duração de cada curso varia e pode chegar a dois anos.

Muitas vagas são pelo Pronatec. Neste caso, o governo federal arca com as despesas do curso, desde a mensalidade até transporte, alimentação e material didático. Os interessados devem estudar em escolas públicas ou em particulares com bolsa integral. Para fazer um curso no Senai pelo Pronatec é necessário entrar em contato com a secretaria de Educação do estado, que fica responsável por encaminhar os estudantes.

Cursos de aprendizagem
Ajudam os jovens que concluíram o ensino fundamental a começar uma carreira. Os cursos são gratuitos e promovem a profissionalização de jovens, com idade entre 14 e 24 anos.

Por meio desses cursos, a indústria pode contratar aprendizes, atendendo à legislação vigente, e também pode investir na formação de excelentes profissionais.

Cursos de qualificação
Os cursos têm duração mínima de 160 horas e são destinados a trabalhadores maiores de 16 anos, com escolaridade variável de acordo com o exercício da profissão.


sexta-feira, 2 de maio de 2014

Mercado de trabalho: qualificação ao longo da carreira

Em um mercado de trabalho apertado, que favorece quem está à procura de uma vaga, as oportunidades se multiplicam para os profissionais qualificados. Além de premiá-los com rápida ascensão, as empresas incentivam a continuidade dos estudos.

(foto Ana Rayssa)
A trajetória de Karen Fujita (foto), 34 anos, é o espelho desse quadro. Ela ingressou na operadora de telefonia Vivo aos 16 anos como estagiária no setor de Call Center. Assim que completou 18 anos, teve a carteira assinada. “A empresa apostou em mim. Proporcionou cursos que me permitiram ir para a área de vendas”, contou.

Durante os quatro anos em que trabalhou na nova vaga, Karen fez faculdade de Letras, com especialização em português e inglês. Assim que conquistou o diploma universitário, a empresa ofereceu um curso voltado para gestão e liderança. E ela se tornou gerente, com uma equipe de 36 funcionários.

Clique aqui para ler a reportagem completa publicada no Correio Braziliense.


Mecatrônica: Senai vai abrir 40 vagas em curso técnico

O Senai do Rio Grande do Sul vai ministrar em sua unidade de Santa Rosa (495 de Porto Alegre), a partir de julho, o curso técnico em Mecatrônica. As inscrições poderão ser feitas de 25 de maio e encerram em 27 de junho. A prova de seleção será realizada em 28 de junho.

Saiba mais: 55 3512-5886 (foto Divulgação)
Na pauta do curso automação industrial, mecatrônica, instrumentação, controle de processos e manutenção de sistemas industriais autômatos. O profissional da área pode atuar em automobilística, eletrônica, mecânica, química e outras, realizando atividades ligadas à integração de processos mecânicos e eletrônicos.

Também pode auxiliar engenheiros durante o processo de design e desenvolvimento de sistemas automatizados; tais como robôs e equipamentos que operam com o auxílio de softwares. Operam programas que automatizam a linha de produção de uma empresa, além de avaliar e especificar componentes das máquinas, assim como supervisionar a construção de protótipos.

Para ingressar no curso em mecatrônica do Senai-RS, o candidato precisa estar matriculado no ensino médio, a partir do 2º ano, ou comprovar a conclusão do mesmo. Será oferecido pelo Pronatec, de forma gratuita, e no turno da noite, na modalidade paga. São 40 vagas por turma.