sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Pesquisa: construção civil ganha centro de tecnologia para certificar a qualidade de técnicas e produtos

A adoção de novos produtos e técnicas de construção civil será facilitada para as indústrias catarinenses a partir de fevereiro. Nessa data, o Instituto Senai de Tecnologia em Materiais, de Criciúma, Santa Catarina, vai começar a avaliar a qualidade destes itens. A homologação de produtos e serviços é exigência do governo para todos os fornecedores de projetos de habitação que recebem verbas públicas.

Rochas ornamentais é um dos itens na lista de análise do instituto (foto internet)

Hoje, apenas oito instituições no Brasil estão autorizadas a realizar estas análises e homologar produtos, nenhuma delas em Santa Catarina. Assim, as empresas locais, como, por exemplo, as do polo cerâmico do Sul do Estado, têm que recorrer a entidades em Curitiba, São Paulo e até Recife para terem seus novos produtos aptos para programas como o Minha Casa, Minha Vida.

Em um primeiro momento, o Senai de Criciúma – que passará a integrar o Sistema Nacional de Avaliação Técnica (Sinat), do Ministério das Cidades.
– poderá fazer análise de qualidade de peças de concreto para pavimentação, placas de concreto para revestimento, rochas ornamentais, tubos de PVC, agregados, concreto e telhas, placas e blocos cerâmicos e de concreto.


Além de fazer as avaliações para o Sinat, o Instituto de Tecnologia em Materiais oferecerá outros serviços. "Podemos criar parcerias com as indústrias para desenvolver novos produtos e aplicações em nossos laboratórios", afirma, diretor do Senai de Criciúma, Silvio Bittencourt da Silva.

Fonte Sistema Fiesc



Nenhum comentário:

Postar um comentário