terça-feira, 12 de novembro de 2013

Cidadania: DF adota como política de estado programa para jovens vítimas de abuso sexual

O programa Vira Vida, do Conselho Nacional do Sesi (CNSesi), vai ser adotado pelo governo do Distrito Federal como política de estado. O programa deverá beneficiar adolescentes e jovens entre 14 e 21 anos incompletos vítimas de violência sexual. Eles terão acesso a apoio psicossocial, formação profissional e Educação básica e continuada para promover seu acesso ao mercado de trabalho.

De acordo com o presidente do CNSesi, Jair Menegheli, o Conselho já vinha se articulando com governos estaduais e o governo federal para implementar o programa como política de estado. “O principal ganho com isso é que o estado pode ampliar a cobertura de beneficiários. Continuaremos, mesmo no DF, como parceiros, só que agora seremos demandados pelo governo”.

O Vira Vida foi criado em 2008 para atender especificamente jovens com histórico de abusos e exploração sexual. É desenvolvido em 23 cidades de 19 estados, entre elas Brasília, Fortaleza, Salvador, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo. Dos 3,7 mil matriculados, 1,8 mil concluíram cursos de formação profissional e 1,2 mil estão em sala de aula. Dos formados, 1,1 mil estão no mercado de trabalho.


O programa é desenvolvido pelo Sesi e outras organizações do Sistema S.


Nenhum comentário:

Postar um comentário