segunda-feira, 8 de julho de 2013

Brasil é 5º no WorldSkills: equipe conquista 12 medalhas e fica entre os melhores paises em Educação profissional

O Brasil conquistou 12 medalhas no WorldSkills Leipzig 2013, maior competição internacional de Educação profissional e tecnológicas, que terminou neste domingo (7/7/2013), em Leipzig, na Alemanha.

Trata-se de um recorde para o país. São quatro medalhas de ouro, cinco de prata e três de bronze. Na última edição, realizada em Londres há dois anos, o Brasil levou 11 medalhas – seis de ouro, três de prata e duas de bronze. Este ano, o país disputou em 37 das 46 ocupações do torneio. Além das medalhas, o time brasileiro volta para casa com 15 diplomas de excelência.

O Brasil vai sediar a próxima edição do WorldSkills, em 2015, em São Paulo (Foto José Paulo Lacerda)

A equipe esteve formada por 41 jovens de até 22 anos. Trinta e sete deles saíram de cursos de formação oferecidos pelo Senai e quatro do Senac. No ranking dos 53 países que participaram do 42º WorldSkills Competition, o Brasil ficou em quinto lugar em número de medalhas, com 52 pontos, atrás de Coreia (89), Suíça (73), Taiwan (65), Japão (56).

O diretor-geral do Senai Nacional, Rafael Lucchesi, avalia como positivo o desempenho do Brasil no WolrdSkills 2013. Sua expectativa era que o país ficasse entre os cinco primeiros. Ele lembra que o país tinha representantes em 25 ocupações em Londres (2011), passando para 37 em Leipzig - crescimento de 50% no número de modalidades. “Estamos maiores, mais fortes e mais consistentes na competição. O objetivo de participar deste torneio é comparar a qualidade do ensino que fazemos no Brasil com o restante do mundo”, diz.

Segundo ele, é mais estratégico avaliar um conjunto maior de ocupações do que competir apenas nas ocupações em que o Brasil teria certeza de medalhas. Principalmente porque a próxima edição do torneio internacional ocorrerá de 11 a 16 de agosto de 2015, no Pavilhão do Anhembi, em São Paulo. “Queremos que o Brasil tenha representantes em todas as categorias. Você não inicia uma nova modalidade no lugar mais alto do pódio. Começamos um processo de aprendizagem”, comenta Lucchesi.

Clique aqui para conhecer os brasileiros que conquistaram medalhas no WorldSkills 2013:


Fonte Portal Indústria


Nenhum comentário:

Postar um comentário