quarta-feira, 6 de março de 2013

Alimentos: congresso internacional abre chamada de trabalhos científicos

Pesquisadores e profissionais que desejem apresentar trabalhos científicos no Workshop Internacional de Processamento Não Térmico de Alimentos, que pela primeira vez será realizado na América Latina, podem submeter seus resumos para análise. O evento será realizado de 30 de setembro a 2 de outubro, em Florianópolis. A edição do evento é organizada pelo Senai de Santa Catarina e pela Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária).

Os candidatos podem ver detalhes no http://nonthermalfood2013.com, e o prazo termina em 30 de abril

Serão aceitos trabalhos que abordem embalagens ativas e inteligentes, utilização de antimicrobianos, plasma frio, emulsificação, extração e texturização, alta pressão, irradiação e membrana. Ou ainda sobre uso de atmosfera controlada ou modificada, de ozônio, campo elétrico pulsante, ultrassom e luz ultravioleta, fluidos supercríticos e luz pulsante. Também serão aceitos trabalhos que combinem duas ou mais dessas tecnologias ou que tratem de tecnologias com mínimo uso de processamento térmico. Haverá apresentações orais e por meio de pôsteres.

As tecnologias não térmicas surgiram como uma alternativa aos tratamentos térmicos convencionais (como por exemplo, a pasteurização) para melhorar a qualidade microbiológica do produto, preservando as características sensoriais do produto, além de promover o aumento da vida útil. A utilização desse tipo de processo minimiza as alterações indesejáveis no alimento, por utilizar temperaturas menores que as usadas nos tratamentos térmicos.

O International Nonthermal Food Processing Workshop já teve edições nos Estados Unidos, Alemanha, China e Austrália. Em 2013, o evento terá como tema Pesquisa e inovação para a competitividade. No dia 30 será realizado um minicurso. Nos demais dias haverá palestras, mesas redondas e sessão de pôsteres. A programação terá foco em legislação e segurança de alimentos; marketing, competitividade e inovação; qualidade focada em assuntos nutricionais e sensoriais; e sustentabilidade (energia, água, resíduos e co-produtos).

O workshop deve reunir mais de 250 pessoas na sede do Sistema Fiesc, entre pesquisadores, profissionais da área, estudantes de graduação e de pós-graduação. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário