segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Educação: Senai-RS e universidades investirão na formação de ‘inteligência inovadora’ para a nova revolução industrial

O Senai do Rio Grande do Sul e as Universidades Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), de Caxias do Sul (UCS) e do Vale do Rio do Sinos (Unisinos) vão trabalhar em parceria para a promoção de pesquisa, ensino e extensão no Programa Senai de Apoio à Competitividade da Indústria Brasileira.

Senai vai implantar 53 centros de formação profissional, 38 institutos de tecnologia, 23 institutos de inovação (Foto Divulgação)

"Se antigamente nossas escolas técnicas formavam ‘mão de obra’, hoje essa denominação esgotou seu prazo de validade", disse o presidente do Sistema Fiergs, Heitor José Müller. "É imprescindível ter presente a nova revolução industrial que estamos vivendo, caracterizada pela sociedade do conhecimento. Cada vez mais vamos substituir a formação de ‘mão de obra’ pelo investimento em ‘inteligência inovadora’. Precisamos de mão, mas muito mais de cérebros", destacou.

O reitor da UCS, Isidoro Zorzi, ressaltou que a expertise técnica e tecnológica da universidade está à disposição da sociedade. "Não devemos duplicar estruturas e sim otimizar. Estas iniciativa deve aumentar o diálogo das empresas com as universidades, tornando ações mais efetivas, eficientes e produtivas", salientou.

Marcelo Fernandes Aquino, reitor da Unisinos, lembrou que o acordo busca aumentar a sinergia por meio da tecnologia. "Esta aproximação com a indústria e a Fiergs vem acontecendo já há alguns anos e agora damos mais um passo importante", lembrou. O pró-reitor da UFRGS, Ário Zimmermann, afirmou que a parceria será uma grande honra para a universidade. "Assim como a economia se globalizou, também a universidade está se abrindo e ampliando os intercâmbios".

Com o programa de apoio à competitividade da Indústria, o Senai tem como meta a implantação de 53 centros de formação profissional, 38 institutos de tecnologia, 23 institutos de inovação e 81 novas unidades móveis, bem como a modernização de diversas unidades operacionais em todo o Brasil. Os acordos agora firmados no Rio Grande do Sul buscam promover a aproximação da academia com a indústria, tendo o Senai como catalizador, gerando novas tecnologias, inovações, fomentando a proteção do conhecimento e a transferência de tecnologias.

Com foco em pesquisa aplicada, gestão de inovação, ampliação dos serviços técnicos e tecnológicos e desenvolvimento de novas tecnologias, os institutos Senai de inovação são considerados estratégicos para a competitividade da indústria brasileira. O Rio Grande do Sul vai abrigar os ISIs de Engenharia de Polímeros e de Soluções Integradas em Metalmecânica, ambos em São Leopoldo, e servirão a todo o Brasil.

Quatro cidades gaúchas vão sediar institutos de tecnologia (ISTs) com foco em setores industriais relevantes para o Estado, com atendimento para as demandas na prestação de serviços técnicos e tecnológicos. Serão eles: Madeira e Mobiliário em Bento Gonçalves, Couro e Meio Ambiente em Estância Velha, Refrigeração e Alimentos em Porto Alegre e Automação em Caxias do Sul.

No âmbito deste programa, o Senai atenderá às demandas de maior complexidade da indústria, com atuação em rede entre estes institutos, promovendo a sinergia, a complementariedade de ações e, consequentemente, qualificando o atendimento.



Nenhum comentário:

Postar um comentário