terça-feira, 23 de outubro de 2012

Design e inovação: Senai lança publicação para mobiliário e analisa os novos perfis de consumo brasileiros


A Rede Senai Design acaba de lançar o livro Biomas do Consumo - Referências do Mobiliário, na IV Bienal Brasileira de Design, em Belo Horizonte. A publicação é um projeto do Senai Nacional que servirá como referências para a compreensão de hábitos e comportamentos da nova classe C brasileira.

Além disso, o livro apresenta o diário de campo dos designers pesquisadores, tendo como principal objetivo desvendar os perfis dos novos consumidores e explora a melhor forma de atribuir valor aos produtos destinados a cada perfil.

“O design é o diferencial do setor. A indústria do mobiliário não existe sem ele”, disse o presidente do Sindimov de Minas Gerais, Carlos Alberto Homem, no lançamento do livro. Não por acaso, a publicação Biomas do Consumo é o resultado de uma extensa pesquisa, feita pelo Senai em lares de dez diferentes cidades do Brasil, que identifica as escolhas dos consumidores quando escolhem um móvel – funcionalidade, materiais, preço, beleza.

Cada empresa associada ao Sindimov-MG terá o seu Biomas do Consumo. Isso significa que o perfil traçado pelos pesquisadores e designers do Senai fica disponível para a indústria moveleira mineira. “É um material extenso e rico, que oferece ao empresário a possibilidade de desenhar e criar novos produtos para uma classe de consumidores emergente” garante o designer e um dos autores da publicação, Hugo Costa Gripa, do Rio de Janeiro.

O coordenador do trabalho, Nilson Violato, explicou que a pesquisa lançou três diferentes olhares para o consumidor, com foco na classe C: do design, da antropologia e da psicologia. “Só assim pudemos entender o que pensa o cidadão ao escolher um móvel”, afirmou. Ele destacou que com Biomas do Consumo, o Senai cumpre um papel de incentivo à inovação e prove soluções para a indústria.


Nenhum comentário:

Postar um comentário