sexta-feira, 28 de setembro de 2012


Mundo Senai: Guga abre projeto em Santa Catarina

Com a presença do tenista Gustavo Kuerten, o Guga, foi aberta oficialmente nesta quarta (26/9/2012), em Joinville, a edição catarinense do evento Mundo Senai. Até esta sexta, as unidades da organização em Santa Catarina estarão abertas à comunidade. "Às vezes, a gente não se dá conta, mas as oportunidades estão próximas", afirmou Guga, ao defender que os jovens precisam aproveitar as chances que surgem em suas vidas. Ele lembrou dos cursos de tênis que fez quando se preparava para a carreira. "Eu sonhava ser, talvez, o número um do Brasil. Acabei sendo o número um do mundo", disse.

Guga (centro): exemplo para a comunidade (Foto Zenilde Petri)

Em todo o país, cerca de 400 unidades do Senai participam do evento e abrirão suas portas até amanhã (29/9/2012) para mostrar à população as oportunidades da Educação profissional e tecnológica e o universo da inovação e tecnologia industrial. Em palestras, minicursos, oficinas, exposições e conversas com professores, os visitantes receberão orientações para escolher uma profissão, buscar aperfeiçoamento profissional ou até mesmo mudar de atividade.

São oportunidades que podem fazer a diferença na vida das pessoas. O presidente do Sistema Fiesc, Glauco José Côrte, destaca, citando pesquisa do Sistema Indústria, que "os alunos que realizam o ensino médio e um curso técnico, como os do Senai, obtêm remuneração média 15% superior à dos que concluem apenas o ensino médio". Côrte salientou que a indústria brasileira precisa ampliar sua modernização, com a implantação de novas tecnologias, o que só será possível com a existência de profissionais qualificados para operar as novas máquinas. "Essa ampliação da competitividade da indústria só será alcançada com a Educação".

O presidente do Sistema Fiesc explicou também que Kuerten foi convidado a participar do evento pelo exemplo que transmite. "Guga não é apenas um campeão no esporte, é um cidadão engajado na comunidade e que valoriza a família. O Senai tem a preocupação de formar não apenas bons profissionais, mas também bons cidadãos", disse.

Para o Mundo Senai em Santa Catarina são esperadas 100 mil pessoas. Em todo o país, a estimativa é que 500 mil pessoas conheçam o Mundo Senai. Atualmente, as 809 unidades operacionais móveis e fixas da organização espalhadas pelo país contabilizam cerca de 2,5 milhões de matrículas em 3 mil cursos que preparam trabalhadores para 28 áreas industriais. Os cursos vão desde a aprendizagem, incluem o ensino técnico de nível médio e chegam à formação superior e à pós-graduação.

“Nossos jovens precisam ver a formação profissional como uma excelente oportunidade para o mercado de trabalho”, afirma o diretor-geral do Senai Nacional, Rafael Lucchesi. Segundo ele, na Alemanha 53% dos jovens estão em cursos de formação profissional. No Brasil, apenas 6,6% das pessoas com idade entre 15 e 19 anos buscam essa opção, apesar da grande procura das empresas por profissionais com formação técnica ou de média qualificação.

Pesquisa divulgada pelo Senai neste mês de setembro revela que a indústria precisará formar 7,2 milhões profissionais para atuarem no setor até 2015. O número diz respeito a técnicos e trabalhadores de média qualificação. Do total dessa necessidade, 1,1 milhão será para jovens que buscam o primeiro emprego.


Nenhum comentário:

Postar um comentário