quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Inovação e pesquisa: Paraíba tem 3 projetos aprovados no concurso Inova Senai

O Senai da Paraíba reafirma potencial na elaboração de soluções inovadoras para a indústria. A organização acaba de emplacar três projetos na Mostra Inova Senai, tornando-se, ao lado da Bahia, os dois estados do Nordeste com a maior aprovação de propostas no concurso anual.

O Inova Senai destaca projetos de inovação desenvolvidos por competências internas e/ou externas, de acordo com as demandas da indústria e do mercado. Todas as etapas do projeto – concepção, planejamento, execução e demonstração – são realizadas por alunos, técnicos e docentes do Senai.

A apresentação dos trabalhos envolve demonstração audiovisual, funcionamento de protótipos/maquetes e explicação teórica. Dos três projetos da Paraíba, dois são do Centro Stenio Lopes, de Campina Grande. O primeiro – Válvula de Controle Direcional Modular e Programável Acionada por Motor de Passo –, de autoria de Vinicius de Moraes (docente) e Pedro Ivo (aluno), consiste em um bloco de válvulas de controle direcional programável, que oferece solução simples para comandar o sistema pneumático, a partir de várias funções integradas em um único elemento.

Com o título Agente de Simulação Conversacional para NR-10, o segundo projeto do Senai Stenio Lopes apresenta um aplicativo multimídia, destinado às ações educacionais para a área de Segurança no Trabalho, mais especificamente sobre a Norma Regulamentadora 10. O projeto é assinado por Rony Marcolino, Widson Gomes (ambos professores) e Ezequiel de Sousa (aluno).

A terceira ideia inovadora da Paraíba foi concebida no Centro Odilon Ribeiro Coutinho, de João Pessoa, sob o título Estufa Portátil com Seletor e Dispensador Automático de Eletrodos. De autoria dos professores Antônio Felipe e Martim Luiz, em parceria com o aluno Adjair Alves, o projeto busca aumentar a produtividade na troca dos consumíveis de soldagem, utilizando um dispositivo automático que expele o eletrodo sem a necessidade de abrir a estufa.

A coordenadora de Inovação do Senai-PB, Cláudia Lopes, destaca que os projetos vão representar o talento, a criatividade, a capacidade produtiva e empreendedora dos docentes e discentes da organização, “que, trabalhando em equipe e sintonizados com as demandas da indústria nacional, desenvolvem novas tecnologias e novos produtos e processos”.

O Senai Nacional selecionou 50 projetos de todo o país, que serão apresentados em São Paulo, de 12 a 17 de novembro, durante a 7ª Olimpíada do Conhecimento. As propostas estão divididas nas categorias Produto Inovador, Processo Inovador e Serviço Inovador. Durante a Mostra, as ideias serão avaliadas por uma comissão julgadora, formada por empresários e representantes de entidades parceiras do Senai, além do público em geral.

Os vencedores das categorias Produto e Processo Inovador (1° a 3° lugar) vão ganhar com artigos de até R$ 3 mil. Na categoria Serviço Inovador, a proposta melhor pontuada receberá um orçamento de até R$ 300 mil para implementação do projeto.

Clique aqui para ver os 50 projetos que participarão do Inova Senai Nacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário