quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Inovação em energia: CTGÁS-ER vai buscar tecnologia em instituições alemãs

A parceria que acaba de ser estabelecida entre o Centro de Tecnologias do Gás e Energias Renováveis (CTGÁS-ER) e as instituições alemãs RLP AgroScience – Institut für Agrarökologie, Institut für Mikrotechnik Mainz GmbH e Mikroglass amplia os horizontes para o desenvolvimento de pesquisas, serviços técnicos e tecnológicos, inovação e Educação profissional, agregando valor em áreas de interesse mútuo.

Instalado em Natal (RN), CTGAS-ER é um consórcio administrado pela Petrobras e o Senai. Atua nas áreas do gás natural e na implantação de projetos no segmento de energias renováveis com foco, principalmente, em energia eólica e solar. Referência em pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias, o Centro também qualifica profissionais em cursos de formação inicial e continuada, cursos técnicos e especialização técnica, além de contribuir com a Educação superior por meio de parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

O objetivo é a cooperação que possibilite transferência tecnológica e inovação com atividades direcionadas, principalmente, para a indústria química, de materiais e de energias renováveis, além de englobar ações voltadas para a preservação do meio ambiente.

Com o RLP AgroScience – Institut für Agrarökologie, especializado em agroecologia, serão realizadas de pesquisas sobre produção de energia a partir de material de resíduo orgânico; gestão de águas residuais e obtenção de água limpa; química e tecnologia ambiental; sistemas de irrigação inovadores; uso de dados digitais e sistemas de informação geográfica; e energias eólica e solar.

Com o Institut für Mikrotechnik Mainz GmbH, especializado em microprocessos tecnológicos, haverá o desenvolvimento de pesquisas em tecnologia de energia, catálise, gás natural e energias renováveis. Junto com o Mikroglass, especializado em microestruturas de vidro, o CTGÁS fecha cooperação técnica para o desenvolvimento de projetos e consultoria em áreas relacionadas a gás natural e energias renováveis, formação e aperfeiçoamento de recursos humanos, serviços técnicos e tecnológicos.

Para a diretora executiva do CTGAS-ER, Cândida Amália Aragão de Lima, “os entendimentos celebrados propiciarão a constante troca de conhecimentos entre instituições que são referência mundial no desenvolvimento de tecnologias e na formação profissional, o que coloca o Centro na linha de frente da educação profissional e inovação tecnológica”.

Mais sobre os alemães:
RLP AgroScience – Institut für Agrarökologie: entidade sem fins lucrativos que vem desenvolvendo pesquisa aplicada em agricultura e meio ambiente há mais de 20 anos, dedicando-se, atualmente, à química ambiental e ecotoxicologia; sistemas de informação ambiental; tecnologia ambiental, conservação de recursos e uso de resíduos orgânicos. Com projetos em vários países da Europa, tem colaborações estabelecidas na América do Sul, América do Norte, Ásia e África. Seus principais parceiros são indústria, órgãos públicos e universidades.

Institut für Mikrotechnik Mainz GmbH (IMM): desenvolve sistemas reformadores completos para combustíveis convencionais e renováveis, atuando em todos os níveis da cadeia de valor, desde a criação de modelos e estudos de simulação até o desenho do reator e sua produção, realizando testes do sistema completo. Seu conhecimento em tecnologia de hidrogênio líquido engloba conceitos inovadores de armazenamento e distribuição para produção descentralizada e combinada de calor e energia.

Mikroglas: atua na microestruturação do vidro para diversas aplicações em sensores, biotecnologia e processos químicos. Seu foco está no desenvolvimento e na produção de componentes para biotecnologia, micro engenharia de processos e laboratórios químicos, possibilitando melhor controle de reações químicas, maior rendimento, seletividade e segurança; melhor eficácia; e produção sustentável.


Nenhum comentário:

Postar um comentário