segunda-feira, 2 de julho de 2012

Mina de Talentos: programa baiano de qualificação é aplicado em Minas Gerais


A mineração Minas Bahia Miba, a Prefeitura de Grão Mongol e o Senai de Minas Gerais estão promovendo o Programa Mina de Talentos, para qualificar trabalhadores locais. O programa replica fórmula testada nos municípios baianos de Caetité, Pindaí, Guanambi e Ilhéus. Na Bahia, o Mina de Talentos já formou 1.205 pessoas, muitos absorvidos por empresas de energia eólica instaladas em Caetité e outros serão absorvidos pela Bahia Mineração, empresa do mesmo grupo da Miba.

As inscrições estão abertas até sexta (6/7/2012), e as aulas começarão em 23 de julho. Inicialmente são 180 vagas, em cursos da área da construção civil, inclusive para o setor administrativo. Podem se inscrever maiores de 18 anos e residentes em Grão Mogol.

Lançado na Bahia em 2011, o Mina de Talentos é o programa âncora para a formação de trabalhadores para a Bamin. A empresa já investiu R$ 1,9 milhão, com a meta é beneficiar, até 2014, 6,6 mil pessoas em um investimento de R$ 16,7 milhões.

A Bamin é responsável pelo projeto Pedra de Ferro: extração de minério de ferro em Caetité (Sudoeste da Bahia) e escoamento do produto por Ilhéus (sul do estado). Bamin e Miba são empresas brasileiras do Grupo Enrc (Eurasian Natural Resources Corporation), sexto maior exportador de minério de ferro do mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário