segunda-feira, 25 de junho de 2012

WorldSkills 2015: entre a Copa do Mundo e as Olimpíadas de 2016, Brasil vai sediar o principal torneio internacional de Educação profissional e tecnológica

A cidade de São Paulo será a sede em 2015 do 43º WorldSkills Competition, a mais importante competição Educação profissional e tecnológica do mundo. Essa é a primeira vez que o Brasil recebe a competição, que ocorre a cada dois anos ímpares.

Em 2011, estudantes de cursos técnicos e de aprendizagem de mais de 50 países participaram das disputas em Londres. Em 2013, ocorrerá em Liepzig, na Alemanha. No Brasil, o WorldSkills ocorrerá de 10 a 16 de agosto, no Anhembi.

Nas provas, os jovens, considerados os melhores do mundo em suas ocupações, devem executar tarefas exigidas no dia a dia das empresas, seguindo os rigorosos prazos e padrões internacionais de qualidade.




WorldSkills é promovido pela WorldSkills International, organização formada por instituições de Educação profissional de todos os continentes – atualmente, há 64 países membros. O Senai representa o Brasil na competição.

“Na edição de Londres, o Brasil, por intermédio do Senai, manifestou interesse em ser a sede da competição em 2017. No entanto, em fevereiro deste ano, recebemos uma carta-consulta do presidente do WorldSkills International, Simon Bartley, perguntando se poderíamos antecipar o evento no Brasil porque a Espanha, país sede de 2015, havia desistido”, explica o gerente de concursos e olimpíadas do Senai Nacional, José Luís Gonçalves Leitão.

Na Assembleia Geral do WorldSkills International, realizada em 17 de maio, em Jeju, na Coreia do Sul, “apresentamos as nossas condições técnicas e eles aprovaram a nossa proposta”, destacou Leitão.

Para o diretor-geral do Senai Nacional, Rafael Lucchesi, a realização do WorldSkills no Brasil deve aumentar o interesse dos jovens pela formação profissional. O evento internacional, ainda segundo Lucchesi, também será importante para fortalecer a atuação do Senai nas áreas de Educação profissional e inovação na indústria. “O Senai prepara os competidores brasileiros que vão ao WorldSkills e tem alcançado excelentes resultados.”

Nos últimos WorldSkills, em 2011, em Londres, 2009, no Canadá, e 2007, no Japão, o país se manteve entre os três primeiros no quadro de medalhas. Para competir no WorldSkills, cada país seleciona seus competidores entre os melhores estudantes de cursos de formação profissional para a indústria, o comércio e o setor de serviços.

Os representantes do Brasil são selecionados nas etapas estaduais e nacional da Olimpíada do Conhecimento, evento bienal organizado nos anos pares pelo Senai. A próxima edição da Olimpíada será realizada de 12 a 18 de novembro de 2012, no Anhembi, na capital paulista. Os melhores da Olimpíada vão treinar e participar de seletivas para conquistarem suas vagas na equipe brasileira que vai ao WorldSkills da Alemanha.


Destaque para a Robótica
A dupla Mayron Lucas Corrêa e Ronan Henrique de Medeiros foi a vencedora do Robotino Logistic Competition, desafio realizado no final da semana passada (14 e 15/6/2012), em Bauru, durante o workshop Robocontol, da Universidade Estadual de São Paulo. Alunos do Senai de Joinville, Santa Catarina, Mayron e Ronan realizaram duas provas, cada uma com duas apresentações.

Ronan e Mayron: em busca do índice para a Olimpíada,
mas de olho na Alemanha (Foto Senai de Joinville)
Uma das provas era de transporte de peças e não envolvia a contagem de tempo, mas a perfeição da execução das tarefas. A segunda contava tempo e exigia a passagem por dez pontos na arena, identificando peças. Ao final o robô tinha que apresentar um relatório das cores das peças identificadas. Os segundo e terceiro lugar ficou com equipes do Senai de Minas Gerais.

A participação dos alunos de Joinville foi mais uma etapa na preparação para a 7ª Olimpíada do Conhecimento, competição que o Senai vai realizar em novembro, na capital paulista. Tanto, que mal desembarcaram da viagem a Bauru os dois estão fazendo nesta semana a prova de índice para a Olimpíada do Conhecimento, que poderá lhes dar o passaporte para o WorldSkills Competition, torneio internacional bianual, que em 2013 será realizado em Leipzig, na Alemanha.

Corrêa e Medeiros carregam o grande desafio de manter a hegemonia de Joinville na ocupação de Robótica Móvel no WorldSkills. O Brasil começou a competir nesta ocupação em 2009, sempre com estudantes de Joinville. A primeira dupla foi composta por Andrei Rogger Belegante e Klédson Silva. Em 2011, Leandro Machado e André Peripolli ficaram na quinta posição no internacional. Hoje, Belegante e Peripolli são os treinadores da modalidade na escola.

As provas, tanto do Robocontrol quanto da Olimpíada e do WorldSkills, envolvem programação e movimentação dos robôs e de peças entre magazines de armazenagem, enfrentando obstáculos para a execução dos objetivos. A dupla de Joinville utiliza um robô móvel, chamado Robotino, produzido pela Festo.


2 comentários: