segunda-feira, 26 de março de 2012

Estaleiro de Alagoas: Senai já forma profissionais para a construção do novo empreendimento

Falta apenas o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) liberar as licenças ambiental e operacional para que o Estaleiro Eisa Alagoas comece a sair do papel. Ele vai ser construído no município de Coruripe, a 85 quilômetros de Maceió. Quando isso acontecer, o Senai-AL terá qualificado centenas de profissionais para trabalhar nos canteiros de obras.

O presidente do Sistema Fiea, industrial José Carlos Lyra de Andrade e comitiva visitaram a obra do novo Centro de Educação Profissional que está sendo erguido pelo Senai, em parceria com a Prefeitura de Coruripe, e deve ser inaugurado em abril próximo. Atualmente, os cursos profissionalizantes estão sendo realizados no atual prédio do Senai no município.

A ideia é que as aulas sejam transferidas para a nova sede, mas, dependendo da demanda, o antigo prédio pode servir como ponto de apoio para mais turmas. O novo centro foi visitado também por um representante do Estaleiro Eisa e quatro técnicos do Ibama Nacional, que estavam na cidade fazendo análise dos impactos ambientais da empresa naval.

"Esta visita foi muito importante para mostrar que existe em nosso Estado um esforço conjunto que envolve o setor produtivo, os governos estadual e municipal para trazer este grande empreendimento", afirmou José Carlos Lyra. A visita técnica do Ibama foi vista como positiva pelos gestores do Sistema Fiea.

Desde o ano passado, segundo o diretor de Unidades Operacionais do Senai-AL, Marcelo Carvalho, já foram capacitadas mais de 700 pessoas em Coruripe. Ele destaca que o Senai tem capacidade de atender não somente às necessidades do estaleiro, mas de outras indústrias que já existem ou estão chegando à região, ligadas, principalmente, aos setores sucroalcooleiro e da hotelaria.


Nenhum comentário:

Postar um comentário