quinta-feira, 8 de março de 2012

Cozinheiro industrial: Senai-RJ forma profissionais para o setor na UPP da Providência

Trinta e oito novos cozinheiros industriais vão receber na tarde desta quinta (8/3) certificados de conclusão de curso ministrado pelo Senai do Rio de Janeiro. As aulas foram ministradas na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Providência, por meio do programa social Sesi Cidadania, em parceria com as empresas Masan e Iesa e da obra social Rio Solidário.

O setor de alimentos emprega mais de 200 mil trabalhadores no estado. Em virtude dos eventos esportivos programados para o Rio de Janeiro para os próximos anos, houve aumento na procura por profissionais de panificação, confeitaria e cozinha. O crescimento deve-se também ao aumento do consumo interno de gêneros alimentícios e ao aumento de exportações nos últimos anos.

A partir de 12 de março, os moradores da Providência maiores de 18 anos e que estiverem cursando ou com o sexto ano do ensino fundamental concluído poderão se inscrever gratuitamente para novas turmas do curso, que dura 260 horas. As matrículas serão feitas por ordem de chegada. São 40 vagas, distribuídas em duas turmas. Mais informações: 0800 0231231.

A Favela da Providência é a mais antiga da cidade. Sua povoação teve início entre o final do século XIX e começo do XX. Em 1897, o morro da Providência abrigou os soldados que voltaram da Guerra de Canudos, durante a qual ocuparam um morro chamado Favela, na Bahia.

A partir da associação do nome “favela” com os soldados, o morro popularmente passou a ser conhecido como morro da Favela. A comunidade recebeu, em 2010, a sétima UPP, projeto do governo do estado que vem seno instalando em comunidades e em favelas, principalmente na capital fluminense, como forma de desarticular quadrilhas que antes controlavam estes territórios como estados paralelos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário