sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Senai-MT lança Matriculômetro para monitorar e comemorar metas atingidas

Até o final de 2012, a meta do Senai de Mato Grosso é qualificar 82.308 pessoas no estado. São quase dez mil a mais que a quantidade de cidadãos capacitados em 2011, quando a organização contabilizou 74.291 matrículas.

O histórico de evolução do Senai-MT tem demonstrado a expansão da organização nos últimos anos, com registros de crescimento superação de metas a cada exercício. Para se ter ideia, este ano haverá um aumento de 50% no número de pessoas qualificadas, se considerarmos o resultado de 2010, quando foram 55.885 matrículas.

"Tudo isso é resultado de um trabalho estratégico de gestão, que tem se aperfeiçoado a todo tempo com base no Sistema de Avaliação por Resultado, do Senai Nacional, e na Regra de Desempenho Pantaneira”, explica o diretor regional do Senai-MT, Gilberto Figueiredo, destacando que “o monitoramento de metas faz parte do nosso cotidiano, mas agora ganha um incremento motivacional com a adoção do nosso Matriculômetro”.

Figueiredo lembrar como exemplo o momento em que painel de LED marcou 10 mil matrículas. “Espontaneamente, todos os empregados do Departamento Regional reuniram-se para celebrar o resultado.”


Figueiredo (à direita): o Matriculômetro também influencia positivamente o lado emocional dos colaboradores do Senai-MT (Foto Divulgação)

Com 3,5 m largura e 70 cm de altura, o Matriculômetro é uma ferramenta de endormarketing, criada pelo Senai-MT para contabilizar as matrículas realizadas nos cursos das modalidades iniciação, qualificação, aprendizagem industrial, aperfeiçoamento, cursos técnicos e superior. Outra informação disponível são os dados de produção aluno/hora, que demonstram o aproveitamento por aluno da carga horária ofertada em cada curso. Os números são atualizados automaticamente, com base nos dados diários gerados nas unidades de ensino no estado.

No entanto, o conceito do equipamento propõe muito mais que um simples registro de números. "É um instrumento motivacional, que busca estimular e valorizar o trabalho em equipe, além de ser fonte de informação e agregar à comunicação organizacional. A cada alteração no display, sabemos que o número representa o esforço e o compromisso das pessoas que trabalham nesta instituição para formar profissionais em Mato Grosso", ressalta o diretor regional.

O Matriculômetro surge também em um contexto único na história do Senai. No país, a organização comemora 70 anos de existência, registra a implantação do Sistema de Avaliação por Resultado e o lançamento do Programa Senai de Apoio à Competitividade da Indústria. O Sistema de Avaliação é um programa de eficiência de gestão, lançado em 2010, para monitorar a performance e o desempenho do Senai em busca da estruturação da gestão sistêmica e da ampliação da eficiência operacional.

Já o programa em prol do aumento da competitividade industrial abrange as ações de planejamento e modernização do Senai para atender à crescente demanda por profissionais qualificadas no país, considerando desafios propostos como o Pronatec, a adoção da Rede Senai de Inovação e Tecnologia e o Programa Nacional para o Atendimento ao Setor da Construção, além da padronização arquitetônica e de laboratórios, ampliação da oferta de educação a distância, estabelecimento de parcerias com o governo federal (financiamento do BNDES e programa Ciência sem Fronteiras) e a vinda da Copa do Mundo de 2014, entre outros objetivos.

"Alinhado aos desafios deste momento e dos futuros, o Senai-MT tem buscado se preparar para corresponder às expectativas da indústria mato-grossense, que cresce em média 10% ao ano, e com isso necessita cada vez mais de profissionais preparados para o mercado. Há mais de 20 anos, realizamos o planejamento estratégico, e graças à valorosa equipe do Senai-MT, cada final de exercício é motivo de comemoração. Não só cumprimos as metas, como as superamos todos os anos. E o Matriculômetro será um marco para estimular e reconhecer nossos profissionais, além de demonstrar a transparência de nossa atuação", avalia Gilberto Figueiredo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário