quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Saúde e segurança do trabalho: Sistema Indústria fecha parceria com universidade canadense para ampliar serviços em 3 áreas

As empresas dos setores da construção civil, alimentos e mineração poderão contar, ainda neste semestre, com a experiência e o conhecimento de profissionais da Universidade de Reyerson, de Toronto, no Canadá, para melhorar suas políticas de Saúde e Segurança do Trabalho (SST). As consultorias são parte do acordo de cooperação que o Sistema Indústria e a Reyerson assinam nesta quinta (2/2), em Brasília.

Operada pelo Sesi, a iniciativa promoverá intercâmbios entre professores e técnicos brasileiros e canadenses e oferecerá serviços e soluções em SST. Para o segmento da mineração, serão produzidos vídeos e promovidos cursos a distância sobre procedimentos mais seguros no ambiente de trabalho.

Pelo projeto voltado para a construção civil, será feito um amplo estudo sobre
as principais causas de acidentes e doenças em canteiros de obras. A partir
desse levantamento, os especialistas canadenses oferecerão propostas de
melhorias em SST às empresas do setor (Foto Mario Castelo)

A cooperação entre as duas instituições atenderá ainda os frigoríficos. Um grupo de trabalho formado por representantes do Sesi e da Reyerson irá elaborar documento com soluções para redução de problemas psicológicos nos trabalhadores desse ramo do setor de alimentos.

A parceria entre Brasil e Canadá envolve também duas outras organizações do Sistema, o Senai e o IEL. A colaboração entre a Universidade de Reyerson e o Sistema Indústria teve início nos anos 1990, por intermediação do governo canadense. Nesta nova etapa a cooperação abrange ainda projetos de inovação tecnológica e qualificação de gestores.

O Senai está discutindo com os canadenses atuação conjunta nos Institutos Senai de Inovação (ISIs), cuja implementação aguarda aprovação de empréstimo do BNDES. “A universidade deve atuar especialmente com o ISI de Tecnologia da Informação e da Comunicação, área na qual os canadenses têm competência destacada” explica o gerente-executivo de Relações Internacionais do Sistema Indústria, Frederico Lamego.

A cooperação com o IEL ampliará o cardápio de cursos de educação executiva da instituição brasileira no exterior. A prioridade é a formação de profissionais na área de gerenciamento de projetos, sobretudo para o setor construção civil, que cresce de forma acentuada no país. “Além dos benefícios para a indústria nacional, esse acordo permite que a Reyerson veja o Sesi, o Senai e o IEL como parceiros estratégicos, principalmente em relação a programas de governo, como o Ciência Sem Fronteiras, no qual o Senai é parceiro, e à questão de fundos setoriais para a inovação tecnológica”, pontua Lamego.


Assinaram o acordo, o superintendente do IEL, Carlos Cavalcante, o diretor de Educação e Tecnologia do Sistema Indústria e diretor-geral do Senai, Rafael Lucchesi, e o o presidente da Universidade de Reyerson, Sheldon Levy (Foto José Paulo Lacerda/Sistema Indústria)


Nenhum comentário:

Postar um comentário