sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Senai-MS e Petrobras inscrevem até dia 28 para cursos gratuitos do Prominp

Os interessados em cursos gratuitos promovidos pelo Senai de Mato Grosso do Sul por meio do Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural (Promimp) tem até a próxima terça (28/2) para se inscreverem. São 860 vagas nos cursos de armador, carpinteiro, eletricista, encanador, pedreiro e pintor.

Segundo o presidente do Sistema Fiems, Sergio Longen, os profissionais formados pelo Senai serão utilizados pela empreiteira responsável pela construção da unidade de fertilizantes nitrogenados da Petrobras (UFN III), no município de Três Lagoas.

Maquete da unidade que a Petrobras vai construir em Três Lagoas
 (Foto Guilherme Baroli)

Os cursos serão ministrados em Três Lagoas, Selvíria, Brasilândia, Bataguassu e Água Clara. A prova de proficiência para atestar o grau de conhecimento da língua portuguesa será realizada na próxima semana (25/2) nas cidades onde os cursos serão oferecidos. Os alunos receberão bolsas de estudo, com valor ainda não definido.

A gerente de capacitação profissional da Petrobras, Adília Assis, considera a qualificação um desafio porque abrange Três Lagoas e outros quatro municípios da região. “O Senai-MS foi escolhido pelo Promimp porque tem expertise técnica.”

A companhia já possui duas UNFs localizadas em Sergipe e na Bahia. A UFN III entrará em operação comercial no segundo semestre de 2014 com capacidade de produção de 1,2 milhão de toneladas de ureia e 761 mil toneladas de amônia por ano, sendo que, desta última, 680 mil toneladas serão utilizadas no processo produtivo da ureia e 81 mil toneladas serão comercializadas.

Segundo informações da companhia, a fábrica em Três Lagoas pretende ser a maior unidade de fertilizantes nitrogenados da América Latina e dobrará a produção nacional de ureia. Com a iniciativa, a Petrobras diz que irá contribuir para redução das importações desse insumo essencial à produção agrícola. Atualmente, o Brasil importa 67% da ureia que consome.



2 comentários: