segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Educação profissional: Para ministro, formar docentes ajudará a manter o crescimento

Para o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, formar docentes por meios dos institutos federais de educação, ciência e tecnologia é estratégico para o desenvolvimento brasileiro. “Precisamos aproveitar a vocação e os perfis tecnológico e científico dos institutos federais para promover políticas estratégicas de motivação para formar novos professores”, afirmou na tarde desta segunda (6/2) durante a posse da nova diretoria do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif).

Dênio Rebello Arantes, reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo, será o novo presidente da entidade. A solenidade contou com a presença dos demais reitores de institutos federais de educação, ciência e tecnologia, do secretário de educação profissional e tecnológica do MEC, Eliezer Pacheco, e do secretário executivo do MEC, José Henrique Paim.

Mercadante destacou que os institutos federais têm um papel decisivo para a interiorização e desconcentração do conhecimento e devem ser vistos como uma referência fundamental aos demais sistemas de ensino. “Temos que continuar avançando numa educação que prepare o Brasil para a continuidade do crescimento”, enfatiza.

Bacharel em física e matemática pela Universidade de Brasília e mestre em ciências naturais pela Universidade de Campinas (Unicamp), o novo presidente do Conif vai ao encontro do que o ministro prega. “A rede federal é um vetor estratégico para a continuidade do desenvolvimento do país. Precisamos formar milhares de profissionais e cidadãos que possam contribuir para o desenvolvimento brasileiro”, disse ao tomar posse.

O corpo dirigente do Conif também será formado pelo reitor do Instituto Federal do Sul de Minas Gerais, Sérgio Pedini, como vice-presidente, além de Cláudia Schiedeck, reitora do Instituto Federal do Rio Grande do Sul, e Ailton Ribeiro de Oliveira, dirigente do Instituto Federal de Sergipe.
Fonte Ministério da Educação/Assessoria de Comunicação Social



Nenhum comentário:

Postar um comentário