sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Pronatec em Mato Grosso: Senai-MT vai abrir mais de 17 mil vagas em cursos gratuitos de qualificação

O Senai de Mato Grosso pactuou com o governo federal a oferta de mais de 17 mil vagas neste ano, graças ao Pronatec. No estado, a organização é responsável por 80% dos cursos ministrados no âmbito do programa. Nesse momento, estão disponíveis vagas para estudantes do segundo e terceiro ano do ensino médio da rede pública estadual. As pré-matrículas devem ser efetuadas pelos alunos, diretamente nas escolas onde estudam. Os cursos de formação inicial serão oferecidos em 11 municípios, e técnicos em 17 cidades.

São mais de 150 cursos de formação inicial e continuada, com duração de 160 a 300 horas, e mais de 20 cursos técnicos, com duração em torno de dois anos. O Pronatec poderá atender também beneficiários do programa Inclusão Produtiva e do seguro desemprego, conforme sejam efetuadas parcerias com instituições que representam esses públicos.
“Destaco a oportunidade que o jovem está tendo com esse benefício, pois o incentivo é muito grande para quem deseja se profissionalizar. Um curso técnico do Senai-MT tem valor total de cerca de R$10 mil e essas pessoas têm uma chance estudar gratuitamente com o objetivo de ter uma profissão”, afirma o diretor regional da organização, Gilberto Gomes de Figueiredo.

O Senai vai oferecer em todo o país mais de 250 tipos de cursos técnicos e de qualificação profissional por meio do Pronatec. Para os cursos técnicos são cerca 50 mil vagas. Há ainda 30 mil oportunidades nos cursos de qualificação nas áreas de informática, eletricidade, construção e outras.

O gerente-adjunto da área de educação profissional e tecnológica do Senai Nacional, Felipe Morgado explica como devem ser feitas as matrículas. “Os estudantes do segundo e do terceiro ano do ensino médio que querem fazer o Senai devem informar na sua escola sobre o curso de interesse. Nesse caso a escola fará sua inscrição no processo seletivo da Secretaria Estadual de Educação. Já os beneficiários podem fazer os cursos de qualificação profissional, mas para esse público a orientação é procurar um centro de referencia e fazer a inscrição." Clique aqui para saber mais sobre a oferta dos cursos.


E no Pará
Em 2012, a oferta de cursos profissionalizantes do Senai do Pará dentro do Pronatec será ampliada para 8.687 vagas em cursos técnicos. Farão parte dos públicos prioritários, além dos estudantes do ensino médio de escolas públicas, trabalhadores reincidentes do seguro desemprego, recrutas do projeto Soldado Cidadão e o público beneficiado pelos programas de inclusão produtiva, como o Bolsa Família.

A aula inaugural do ano letivo foi ministrada na terça (10/1) em todos os Centros de Educação do Senai-PA, com a participação dos 663 novos alunos. Estão sendo atendidos neste primeiro momento estudantes do ensino médio público das mais diversas idades. Alunos da terceira idade, como Antônia Santos (foto), de 59 anos, participam do sonho da qualificação profissional. 

Cursando o primeiro ano do ensino médio em uma escola pública em Belém, dona Antônia está entusiasmada com o curso Padeiro e Confeiteiro. “Estou muito feliz em fazer esse curso. Nunca tive tempo para estudar e agora quero aproveitar ao máximo para aprender e também ganhar um dinheiro vendendo bolos.”
Foto Senai-PA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário