segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Intercâmbio Alemanha Mato Grosso do Sul: Cônsul alemão defende maior relação econômica com o MS

Von Kummer e Longen na reunião em Campo Grande
(Foto Sistema Fiemg)
O cônsul-geral da Alemanha no Brasil, Matthias Bobislav Von Kummer, defendeu maior aproximação econômica entre seu país e Mato Grosso do Sul. Ele esteve reunido com o governador André Puccinelli e a diretoria do Sistema Fiems nesta segunda (30/1), na sede da Federação das Indústrias, em Campo Grande. “As potencialidades econômicas do estado são muito propícias para investimentos de empresas alemãs. Por isso, resolvemos visitar o governador Puccinelli e o presidente do sistema, Sérgio Longen”, disse Von Kummer.

Longen explicou ao cônsul-geral que a política de incentivos fiscais do governo estadual aliada ao apoio oferecido às empresas pelo Sistema Indústria, via Senai, Sesi e IEL, são atrativos para a instalação de novos empreendimentos em Mato Grosso do Sul. “É algo positivo para as indústrias já instaladas e para investimentos futuros. Uma prova disso é que nos últimos 10 anos o estado passou por um grande processo de industrialização, com destaque para os setores de papel e celulose e sucroenergético”, assegurou.

O diretor-corporativo do sistema Fiems, Jaime Verruck, apresentou o desempenho industrial sul-mato-grossense nos últimos anos, com destaque para o crescimento das exportações de industrializados de mais de 300% no período de 2007 a 2011. Segundo ele, 90% das 9.884 indústrias instaladas atualmente no Estado são de micro e pequeno porte. “Temos um trabalho efetivo com essas empresas por meio do Programa de Qualificação de Fornecedores (PQF), que as enquadra nos padrões internacionais de qualidade para se tornarem fornecedoras das indústrias-âncoras”, disse.

Von Kummer ficou impressionado com o desenvolvimento industrial do estado, principalmente, com o salto apresentado pela receita de exportações de industrializados em quatro anos. “Nenhum país do mundo alcançou um crescimento igual a esse. Por isso, defendemos o aumento do intercâmbio comercial com Mato Grosso do Sul, principalmente em energia alternativa, setor que a Alemanha tem experiência na geração de energia eólica e de biomassa”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário