quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

WorldSkills no Palácio do Planalto: Dilma Rousseff recebe competidores do mundial de profissões e anuncia bolsas no exterior

Os alunos do Senai que disputaram o 41º WorldSkills, maior competição de educação profissional e tecnológica do mundo, realizada em outubro, em Londres, poderão participar do Ciência Sem Fronteiras. O programa do governo federal oferecerá 100 mil bolsas para brasileiros estudarem em universidades no exterior. O anúncio foi feito pela presidenta Dilma Rousseff, nesta quarta (7/12), ao receber, no Palácio do Planalto, a visita da equipe de 28 estudantes de cursos técnicos e de aprendizagem que representou o Brasil na competição internacional.

Robson Andrade (esquerda), os alunos e o coordenador-geral da equipe, José Leitão (direita),  foram recepcionados no Palácio do Planalto pela presidenta Dilma Rousseff – Fotos José Paulo Lacerda/Sistema Indústria
Segundo a presidenta, além dos competidores do WorldSkills, poderão participar do Ciência sem Fronteiras os jovens que conquistaram as melhores colocações na Olimpíada Brasileira de Matemática e os estudantes com pontuação mínima de 600 pontos no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem). Receberão as bolsas estudantes das áreas de exatas, tecnologia da informação e ciências da saúde. Os demais critérios para participação no programa serão divulgados na terça (13/12), afirmou Dilma.

Ela elogiou o desempenho dos alunos do Senai e do Senac que conquistaram 11 medalhas no WorldSkills deste ano e ficaram  em segundo lugar na competição, à frente de países desenvolvidos como Japão, Estados Unidos e Singapura e atrás Coreia do Sul. “A formação feita pelo Senai e o Senac é de excelência.”

Dilma reconheceu a importância da parceria com organizações do Sistema S, como o Senai e o Senac, no Pronatec. “O Brasil precisa não apenas de riquezas naturais, como petróleo e minérios, e de indústrias fortes, mas da capacidade de inovar e de criar novas tecnologias."

Dilma ganhou de presente um agasalho

 com dedicatória de todos os aluno
O presidente do Sistema Indústria, Robson Braga de Andrade, que acompanhou a visita da delegação brasileira no WorldSkills ao Palácio do Planalto, informou que a capacidade de atendimento do Senai vai passar dos atuais 2 milhões para 4 milhões matrículas por ano com o Pronatec. “O resultado do WorldSkills nos deixa orgulhosos do trabalho da instituição e motivados para ampliar nossa atuação em educação profissional.”

Também presente ao encontro em Brasília, o presidente do Sistema Fiesc, Glauco José Côrte, destacou a atitude de Dilma Rousseff de receber os estudantes que levaram o Brasil à segunda posição na classificação geral da competição: "mostra a importância da conquista para o País".

Antes de serem recebidos no Palácio do Planalto, os 28 competidores brasileiros – 23 alunos do Senai e cinco do Senac – foram homenageados na Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado. “A agenda da qualificação profissional é um grande desafio para o País: o de desenvolver novas competências requeridas e pelo mundo do trabalho. Essas novas competências são decorrentes de um processo de intensas transformações e da mudança de padrões tecnológicos”, disse o senador Armando Monteiro Neto (PTB-PE).

O senador Cristovam Buarque (PDT-DF), que acompanhou o WorldSkills de Londres, disse que o País precisa incentivar os jovens a buscar a educação profissional.  “A educação não se limita à educação de base e à universitária”, disse Cristovam. Além dos parlamentares, participaram da homenagem o presidente do WorldSkills International, Tjerk Dusseldorp, Robson de Andrade, o diretor-geral do Senai Nacional, Rafael Lucchesi, e a coordenadora técnico-pedagógica do Senac, Shirley Moraes.

Neste ano, o WorldSkills reuniu em outubro, em Londres, 944 estudantes de cursos técnicos e de aprendizagem de 51 países, que competiram em 46 ocupações. Os brasileiros participaram em 25 delas, como design gráfico, robótica, mecatrônica, polimecânica, marcenaria, soldagem, confeitaria, eletricidade predial. Realizada a cada dois anos ímpares, a competição simula desafios no dia a dia do trabalho. Mais de 150 mil pessoas visitaram o evento.

Clique aqui para ver mais fotos do encontro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário