sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Tecnologia da informação: Trabalho do MIC-Brasília é reconhecido pela Microsoft

O Microsoft Innovation Center Brasília (MIC), fruto da parceria entre o Senai do distrito Federal e a Microsoft, teve o reconhecimento da Microsoft por suas ações e pelos resultados alcançados entre junho de 2010 e julho deste ano, desempenho considerado acima das expectativas.

Entre as ações de destaque, a prova de conceito com a empresa Monumenta, que hospedou a aplicação Egol da Caixa Econômica Federal em ambiente Cloud Computing (Azure); a prova de conceito com a empresa Neocom, demonstrando a tecnologia Sharepoint sendo aplicada a um ambiente de pesquisa de análise de mercado em toda a rede Walmart; e o Desenvolvimento Sustentável do programa Students to Business.

No encontro anual entre gestores e coordenadores de MIC’s do Brasil e membros da Microsoft, em São Paulo, o gerente de tecnologia e formação profissional do CT da Informação e gerente do MIC-Brasília, Arioston Cerqueira, e o coordenador do MIC-Brasília, Bruno Kenj, receberam placa de homenagem. Cerqueira e Kenj participaram ainda do MIC Summit, realizado em Redmond, em Washington, nos Estados Unidos. Em quatro dias de encontro, os representantes do MIC-Brasília foram divididos em grupos e desafiados a apresentar um projeto que pudesse ser aplicado aos MIC’s do mundo inteiro.

Como incentivo, prêmio de 30 mil dólares para a melhor proposta de cada MIC; de 20 mil dólares para o segundo melhor projeto; e de 10 mil dólares para o terceiro colocado. O projeto do grupo no qual o MIC Brasília fazia parte ficou em segundo lugar. Além disso, Cerqueira e Kenj voltaram para Brasília com mais uma placa de reconhecimento internacional pelos feitos do Centro de Inovação da capital federal. O MIC-Brasília, que fica no Centro de Tecnologia da Informação do Senai-DF, tem como proposta acelerar o uso de novas tecnologias e fomentar a economia local de software, por meio de competências e formação profissional, além de parcerias com a indústria brasiliense.
Reportagem de Suzana Leite - Foto Cristiano Costa/Unicom Fibra

Nenhum comentário:

Postar um comentário