terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Inovação tecnológica: Estudantes do Senai-SC são finalistas do Prêmio Ciser

Três projetos de estudantes do Senai de Santa Catarina chegaram à final do 3º Prêmio Ciser de Inovação Tecnológica, na categoria Ensino Técnico. Pablo Henrique Steinbach, de Jaraguá do Sul, foi o segundo colocado e André da Silva Sezerino, de Joinville, o terceiro. Além deles, Juliano Barbosa, também de Jaraguá do Sul, obteve a medalha de Honra ao Mérito. Em três anos de realização, o Prêmio Ciser contabiliza mais de cem trabalhos inscritos, sendo mais de 30 somente neste ano.

Com o projeto ELO: Ergonomia, Leveza e Objetividade, Steinbach desafiou a lei do atrito. Ele modificou o perfil da rosca do parafuso, aumentando a resistência ao torque. Isso reduz a possibilidade de o parafuso se soltar e elimina o uso da arruela de pressão. Sezerino desenvolveu a Arruela inteligente supervisória, que identifica a pressão do parafuso.

A Ciser Parafusos e Porcas é a maior fabricante de fixadores da América Latina. Tem capacidade produtiva de 6 mil toneladas/mês e portfólio de 27 mil produtos agrupados em 436 linhas, para atender a 20 mil clientes em mais de 20 países. A empresa tem como política investimentos em inovação, que inclui o prêmio entregue nesta semana.

A indústria também tem dois projetos aprovados no Edital Senai-Sesi de Inovação, edição 2011, iniciativa que apoia propostas voltadas à inovação tecnológica e social, compreendendo produtos, processos e serviços elaborados por empresas em parcerias com unidades do Senai e/ou do Sesi.

O projeto aprovado no edital - um parafuso inteligente com chip integrado e transmissão RF - receberá, além de apoio técnico e recursos não reembolsáveis, bolsa DTI do CNPq. Com essa pesquisa, a Ciser vai trabalhar a viabilidade técnica e criar as especificações do produto, além de desenvolver os protótipos e o processo industrial. O valor do projeto é de R$ 900 mil. A oitava edição do edital oferece, ao todo, R$ 26 milhões a empresas de todo o Brasil. Esse valor será ampliado por meio de contrapartidas de instituições de ensino e apoio à pesquisa, além de cooperativas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário