segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Escola inovadora: Projeto de inclusão socioeconômica é um dos ganhadores do Inova Senai-CE

O volante para deficiente físico é o ganhador na categoria Processo Inovador do Inova Senai etapa cearense do concurso, fase encerrada na sexta (9/12), em Fortaleza. Os projetos vencedores participarão, no final de 2012 da seleção para a etapa nacional do Inova SENAI, que ocorrerá em novembro, em São Paulo. O volante, que venceu oito projetos, é uma proposta de alunos e docentes do Senai da Barra do Ceará. O segundo e terceiro lugares são do Senai de Juazeiro do Norte, com os projetos Registrador Doméstico de Falta de Energia e Interruptor Doméstico Inteligente de Baixo Custo.

caminhão

O primeiro colocado como Processo Inovador é o Adaptador para Medir Metragem de Viés, desenvolvido pela equipe do Senai da Parangaba, em Fortaleza. O segundo lugar premiou o Ar-condicionado Automotivo Ecológico, criado no Senai de Jacareacanga. Outra equipe de Juazeiro do Norte ficou em terceiro, com o Processo de Fabricação de Telha Utilizando o Pó da Borracha de Pneu como Agregado. Os três primeiros colocados nesses duas categorias receberam, respectivamente, um Ipad, um smartphone Iphone e um netbook, além troféus e medalhas.

Na categoria Serviço Inovador, o projeto Desenvolvimento de Aerogeradores Didáticos, do Senai da Maracanaú, foi o vencedor. O prêmio em dinheiro vai custear do desenvolvimento à produção. Os visitantes da mostra elegeram o projeto Ar condicionado Automotivo Ecológico, premiado com um netbook. Para escolher os vencedores os avaliadores, representantes de empresas públicas e privadas, instituições tecnológicas e universidades, consideraram critérios de criatividade, viabilidade técnica e econômica, metodologia de trabalho e caráter inovador, além da exposição do projeto.

O principal executivo do Senai-CE, Francisco das Chagas Magalhães, explica que o Inova Senai não é uma feira de ciências que faz demonstração dos processos científicos. “Esses projetos são orientados para a indústria e buscam levar ganhos para as empresas e para o estado." Magalhães diz, ainda, que o fato de os projetos terem parceria prévia com empresas implica maior capacidade de aplicação do seu conceito. “É um evento importante para a instituição, uma vez que cada vez mais as demandas da indústria no SENAI exigem inteligência de inovação." Mais informações: 85 3421-5435.

Nenhum comentário:

Postar um comentário