terça-feira, 1 de novembro de 2011

Pronatec, Prominp, Offshore: Senai vai ampliar formação de profissionais para a indústria do petróleo e gás

Qualificar dois mil profissionais por ano para atender demandas da indústria naval e offshore e dos programas Prominp e Pronatec. Esse é o principal objetivo do Senai de Niterói, no Rio de Janeiro, que vai abrir a partir da próxima semana (9/11), às 11h, o Centro Naval Offshore. Os cursos abrangem o aperfeiçoamento de caldeireiros, soldadores, eletricistas e maçariqueiros, entre outros.

De acordo com o gerente-executivo da unidade de Niterói, “o Leste Fluminense está recebendo grandes investimentos na indústria naval e offshore, e é crescente a necessidade de qualificação, daí a criação um centro específico do Senai." A cadeia produtiva offshore responde pela geração de 420 mil empregos formais diretos e indiretos.que engloba atividades de exploração, desenvolvimento e produção de petróleo e gás, envolve uma ampla gama de setores. Tudo de acordo com organizações do setor. Adicionalmente a demanda projetada para esta cadeia produtiva é de cerca de US$ 400 bilhões até 2020, considerando-se as descobertas do pré-sal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário