sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Inovação 2: Vencedores do Desafio de Ideias criam projetos com foco social e ambiental

O Desafio de Ideias Senai, concurso que instigou os estudantes do Senai de São Paulo a criar soluções inovadoras para questões mercadológicas, teve seu resultado anunciado nesta quinta (10/11), durante a etapa estadual da 7ª Olimpíada do Conhecimento, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, capital.


As empresas parceiras dessa primeira edição da competição estudantil com foco em inovação, tecnologia e design foram a 3M e a Nestlé. Receberam premiação as equipes que mostraram propostas que melhor atenderam aos critérios de avaliação do concurso: capacidade inventiva, criatividade, raciocínio lógico e a evolução de conhecimentos no campo tecnológico.
 
Após apresentação do ator Carlos Palma, que interpretou o mais célebre cientista do século XX, Albert Einstein, as dez equipes participantes também receberam orientações profissionais dos representantes da 3M e da Nestlé. Para o diretor regional do Senai-SP, Walter Vicioni, é preciso ampliar o ideal de que trabalho é fonte de riqueza, de dignidade e de bem-estar. "A educação do Sesi-SP e Senai-SP é voltada para a cidadania e por um Brasil socialmente mais justo”. Vicioni ressaltou a preocupação da atual gestão da organização com a inovação no processo educacional. “O sistema educacional instalado no Brasil mata a criatividade do aluno. O Senai-SP estimula o aluno a pensar, a fazer diferente”.
 
A Nestlé provocou as equipes a refletir sobre como fazer com que a marca Nescafé passe a ser mais consumida na região de São Paulo, por jovens e demais consumidores que estão deixando os lares dos pais e indo morar sozinhos. Durante os três dias de competição, o grupo liderado pela docente Dilara Pereira desenvolveu a melhor estratégia, segundo a Nestlé. A equipe entendeu que para solucionar o desafio seria necessário associar o consumo dos produtos mais procurados pelos jovens no ambiente universitário e, à suas atividades mais agradáveis, como esporte, cultura e entretenimento.
 
Criaram então um circuito itinerante focado nas universidades e espaços culturais de encontro, intitulado Nescafé Dolce Gusto Happening. Também indicaram a produção de copos coloridos com layout que destaque as diferentes tribos jovens e os sabores de café. Além de medalhas, a equipe composta pelos alunos Deize Feliciano, Soila Ferreira, Murillo Araújo Hugo Santos, Robson da Cruz e Vitor Grigolato, de núcleos de aprendizagem diversos do Senai-SP, receberam produtos da Nestlé.
 
Para resolver o desafio da 3M, as equipes deveriam criar uma nova embalagem de transporte, aliada a um sistema de identificação com foco na indústria alimentícia. A equipe vencedora, liderada pelo docente Roberto Carlos Oliveti, apresentou solução baseada nos fundamentos de sustentabilidade, eficiência e viabilidade econômica que surpreendeu os avaliadores por ser ecologicamente correta em todos os processos.
 
O estudo dos jovens do Senai-SP eliminou o uso do papelão pelo material retornável, reciclável e biodegradável. Para o sistema de identificação, o grupo apostou no uso do isótopo radioativo, Potássio 40, substituindo o tradicional código de barras. Os alunos idealizadores do projeto vencedor da 3M foram: Bruna de Andrade, Carolina Xavier, Lucas Silva, Andrey Brito e João Victor Baldissera.


A etapa paulista da 7ª Olimpíada do Conhecimento, maior evento de educação profissional e tecnológica da América Latina e promovido pelo Senai a cada dois anos pares, se encerra nesta sexta (11/11), às 15h, no auditório Elis Regina, no Anhembi.
Reportagem de Rosângela Gallardo

Nenhum comentário:

Postar um comentário