quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Da revista O Mundo da Usinagem: EaD na indústria*

Na indústria brasileira os cursos a distância são um antigo aliado. Entre os principais parceiros do setor produtivo na qualificação da mão de obra está o Senai, que há mais de 40 anos oferece cursos a distância. Parte integrante desta instituição, a Rede Senai de Educação a Distância – www.senai.br/ead – oferece mais de 300 cursos em 20 áreas de interesse da indústria, como metalmecânica, tecnologia da informação, gestão, eletroeletrônica e informática, entre outras. 

Para atender os profissionais da indústria com diferentes graus de instrução, o Senai dispõe de cursos de nível técnico, iniciação e qualificação profissional e pós-graduação. Para aqueles que buscam uma atualização mais rápida, a escola oferece ainda os cursos de aperfeiçoamento profissional.

De acordo com Paula Martini (foto), gestora da Rede Senai de Educação a Distância, uma das principais vantagens oferecidas pela EaD é a possibilidade de administrar o tempo de estudo, de acordo com as necessidades de cada aluno. "O aluno pode utilizar o horário da manhã, da noite ou mesmo os finais de semana para estudar, sem precisar interromper as atividades no trabalho", explica a gestora.

Paula conta que, para aproveitar os recursos digitais oferecidos pelos computadores, alguns cursos a distância utilizam artifícios de texto, som e imagem para criar apresentações que instigam o aprendizado dos alunos. "Os cursos a distância do Senai contêm vídeos e animações que apresentam fenômenos da natureza, processos industriais de trabalho e relações sociais de uma maneira clara, que facilita a compreensão", descreve.

Por fim, a gestora destaca a combinação dos materiais didáticos empregados nos cursos à distância, como apostilas, CD-ROMs, videoaulas em DVD e material on-line. "Em alguns cursos do Senai o aluno pode receber mensagens de texto no celular para lembrá-lo de eventos e compromissos relacionados ao curso", destaca Paula.

Uma das testemunhas da eficiência da EaD é Keli Cristina dos Santos Duarte, que concluiu em 2011 o curso a distância de leitura e interpretação de desenho técnico mecânico oferecido pelo Senai de São Paulo. "Gostei muito da experiência que tive com a educação a distância", conta Keli, que trabalha como auxiliar administrativa em uma empresa de decoração. "Acho que foi ainda mais produtiva que a modalidade presencial, porque pude estudar no ambiente silencioso da minha casa, de acordo com meus próprios horários", ressalta.

Keli conta que durante o curso primeiramente lia as apostilas, depois assistia às videoaulas em DVD e por fim fazia os exercícios para fixar o conteúdo estudado. Caso tivesse alguma dúvida, podia entrar em contato com um tutor por e-mail, fax ou correio e esclarecê-la. "Praticamente não tive dúvidas, porque as apostilas e os DVDs são bem detalhados e fáceis de compreender", ressalta.

Keli destaca o conteúdo das videoaulas, que apresentam slides, animações e exemplos passo a passo de como fazer os exercícios. Os resultados foram tão positivos que, antes mesmo de finalizar o curso de leitura e interpretação de desenho técnico mecânico, Keli recebeu duas propostas de emprego. "Certamente a aceitação do mercado para este curso a distância foi muito positiva", avalia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário