quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Alemães no Sistema Fiep: Parcerias comerciais, científicas e tecnológicas estão na pauta do encontro

O presidente do Sistema Fiep, Edson Campagnolo, recebe nesta semana (16 e 17/11) o governador do Estado de Baden-Württemberg, da Alemanha, Winfried Kretschmann, que veio ao Paraná acompanhado por uma comitiva de 130 integrantes, entre empresários, cientistas, parlamentares, representantes de entidades industriais, secretários de Estado e artistas.

O objetivo é estreitar ações comerciais e institucionais entre os dois Estados e dar continuidade à parceria de transferência de conhecimento e tecnologia estabelecida há mais de 20 anos entre Baden-Württemberg e o Senai do Paraná. A programação inclui visita da ala científica da comitiva às instalações do Senai CIC, em Curitiba, e encontro econômico na sede Jardim Botânico do sistema Fiep (Cietep).

Esta é a primeira viagem internacional do governador Kretschmann, que assumiu o mandato pelo partido verde no início do ano. Antes de desembarcar no Paraná a comitiva passou pela Argentina, e depois seguirá para Brasília e Rio de Janeiro. Segundo Kretschmann, a escolha da América do Sul como primeiro destino e, em especial, do Paraná, reside no fato de haver na região iniciativas substanciais na área de energias renováveis, considerada estratégica pelo governo alemão.

Em relação ao convênio com o Senai-PR, os alemães pretendem continuar a relação que existe desde 1991. “É uma cooperação excelente, profissional. Tem tanto êxito que queremos continuar neste rumo”, disse o governador. Campagnolo também manifestou a intenção e manter o intercâmbio. “Assim, de 20 em 20 anos, as futuras gerações poderão colher os frutos daquilo que foi plantado aqui.”, afirmou, referindo-se ao convênio atual, iniciado há 20 anos com a troca de experiências na área da educação profissional.

As perspectivas de negócios entre os dois Estados é outro chamariz do encontro. A delegação alemã conta com cerca de 60 empresários e representantes industriais que têm interesse na transferência de tecnologia e negócios em áreas como economia, educação, meio ambiente, finanças, eficiência energética, engenharia mecânica, metalurgia, logística, eletrônica, automobilista, tecnologia de comunicação e informação, cosméticos, empresas de consultoria, têxtil, bens de consumo e construção civil e arquitetura.

Nesta quinta (17/10) será realizada uma rodada de negócios entre empresários brasileiros e alemães na Câmara de Comércio Brasil-Alemanha, em Curitiba. De acordo com o presidente da Associação das Câmaras de Comércio e Indústria de Baden-Württemberg, Peter Kulitz, existe grande interesse no Brasil, que denominou como um “tigre adormecido”, em virtude do bom momento econômico o qual emergiu nos últimos anos. Segundo o cônsul-geral da Alemanha em São Paulo, Matthias Von Kummer, existe grandes possibilidades para o intercâmbio de ideias. “É possível comparar. Os dois Estados têm o mesmo número de habitantes, mas o território do Paraná é cinco vezes maior do que Baden-Württemberg.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário