segunda-feira, 7 de novembro de 2011

7ª Olimpíada do Conhecimento: Santa Catarina começa a definir equipe para a final nacional da competição

O Senai de Santa Catarina anunciou na sexta (4/11), os vencedores da etapa estadual da 7ª Olimpíada do Conhecimento. A festa de emoção foi realizada no Centro de Eventos Sistema Fiesc, em Florianópolis, com os melhores estudantes catarinenses em 30 ocupações industriais (clique aqui para ver a lista dos primeiros colocados). Para os vencedores, foi a superação da primeira etapa de um trajetória que poderá levá-los ao WorldSkills, principal competição internacional de educação profissional e tecnológica, que será realizado em 2013, na Alemanha. A competição estadual envolveu 116 jovens estudantes do Senai.

O Senai de Blumenau levou oito medalhas de ouro foi Blumenau, num total de dez. A unidade da organização com o maior número de medalhas foi a de Joinville, com 11. Outras unidades de destaca foram as de Lages e Jaraguá do Sul, cada uma com seis medalhas. Durante três dias os alunos passaram por provas com situações típicas da indústria, e foram avaliados pelas habilidades de executar as tarefas propostas e criar soluções, além de seus conhecimentos e atitudes profissionais. Para muitos estudantes, um exemplo a ser seguido é do joinvillense Natã Barbosa, que em outubro foi o primeiro catarinense a conseguir o ouro no 40º WorldSkills, em Londres.

O jovem esteve na premiação e incentivou os competidores a continuar o processo de aprimoramento. "Na preparação, por mais que tivéssemos um bom resultado, sempre sabíamos que podíamos melhorar. Por isso persistência e confiança são essenciais", aconselhou Natã. "Tenho um emprego que pessoas do meu ramo não costumam ter. E consegui isso em função das oportunidades geradas pela Olimpíada do Conhecimento".

O presidente do Sistema Fiesc, Glauco José Côrte, ressaltou o bom desempenho do Brasil na última edição do WorldSkills, e lembrou desafio de dobrar (de duas para quatro) o número de ocupações com representantes catarinenses. "Ficamos em segundo lugar na colocação geral de países, atrás apenas da Coreia e à frente de países como Estados Unidos e França. Isso prova a excelência da educação profissional oferecida pelo Senai", disse Côrte. "Cabe ao Senai dar as condições para que mais estudantes cheguem às mais altas colocações".

O diretor regional do Senai de Santa Catarina, Sérgio Roberto Arruda, fez um paralelo entre a Fórmula 1 e a Olimpíada do Conhecimento. "Muitas das tecnologias que vemos hoje nas ruas começaram nas pistas, pois a Fórmula 1 é um laboratório de tecnologias. Assim é a Olimpíada do Conhecimento: os vencedores servem de paradigma para outros alunos, além de ajudar a aprimorar o ensino oferecido pelo Senai."

Os catarinenses medalhistas de ouro confirmarão a vaga na etapa nacional em duas provas de índice. O objetivo é garantir que eles continuem treinando e se preparando, tudo para melhorar o desempenho, tendo em vista o alto nível da competição nacional e do WorldSkills. Nos casos em que a diferença entre o primeiro e segundo colocado seja inferior a 10%, e ambos obtiverem rendimento de no mínimo 60% da pontuação, os dois competidores poderão realizar a prova de índice.

Nenhum comentário:

Postar um comentário