quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Reinclusão profissional: Reeducandos de Cuiabá serão qualificados para o mercado da construção

Reeducandos do regime fechado em penitenciárias de Cuiabá serão qualificados pelo Senai de Mato Grosso na área da construção civil. Mil pessoas deverão ser preparadas, graças à parceria entre o Sistema Fiemt e o governo do estado, por meio das Secretarias  de Trabalho e Assistência Social (Setas) e de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) e a Fundação Nova Chance.

A proposta faz parte do projeto Crescendo com Cidadania, criado para potencializar as oportunidades de ressocialização de presos no estado, na tentativa de se diminuir o alto índice de reincidência de crimes entre ex-presidiários: 85% no estado contra 70% no país. Inicialmente, o foco é a qualificação de mulheres, mas poderá haver abertura de vagas para o público masculino, caso haja necessidade de inclusão. Os cursos serão ministrados na Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May, cujas aulas práticas servirão para melhorar as instalações físicas da unidade prisional.

A seleção dos alunos será feita pela Fundação Nova Chance, que escolherá aquelas com perfil para integrar à iniciativa. Os cursos ficarão a cargo da Escola Senai da Construção, que vai lançar mão de kits didáticos (cases com equipamentos, ferramentas e materiais). Essa fase do projeto, que integra o Programa Senai de Ações Inclusivas, terá a duração de um ano, podendo ser prorrogado por interesse dos parceiros.

Na recente solenidade de lançamento do Crescendo e com Cidadania, o diretor regional do Senai-MT, Gilberto Figueiredo, recebeu o selo do Projeto Começar de Novo, entregue pela juíza auxiliar da Corregedoria-Geral de Justiça do estado, Selma Arruda. Criado pelo do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o selo identifica as organizações que colaboram com a iniciativa, seja pela oferta e realização de cursos de capacitação ou pela disponibilidade de trabalho e emprego a este público.

O Senai-MT atua em parceria com o governo estadual na qualificação de reeducandos desde 2007, beneficiando mais de 600 homens e mulheres. Além disso, o Senai-MT firmou em 2009 cooperação técnica para qualificação de reeducandos em iniciativa do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Tribunal de Justiça. Essa ação é de âmbito nacional, regulamentada pelo CNJ e coordenada pelo Sistema Indústria. O objetivo é qualificar egressos, reeducandos e adolescentes em medida socioeducativa no país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário