sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Pesca em alto mar: Senai inicia curso inédito na América Latina


O diretor operacional do Senai do Rio Grande do Norte, Josenilson Dantas, abriu nesta semana (10/10) a aula inaugural do curso Pesca em Alto Mar, no Centro de Treinamento de Pesca Oceânica, na cidade de Santa Cruz. “Essa é uma experiência inédita no Senai; estamos fazendo algo inédito na América Latina realizando esse treinamento em pesca oceânica."

A primeira turma, com 20 jovens entre 18 e 26 anos selecionados entre 112 inscritos, será qualificada por especialistas japoneses. Dantas explicou que a localização do centro de treinamento em Santa Cruz se dá pela necessidade de confinamento dos treinandos, que precisam estar aptos a passar cerca de noventa dias em alto mar. “Eles ficarão confinados aqui no centro todo o período do curso, que é de sete semanas."

Estão sendo qualificados pescadores para o trabalho em barcos japoneses na costa brasileira. A expectativa é de formar pelo menos 400 trabalhadores nos próximos dois anos. Para o presidente da empresa Atlântico Tuna, parceira do Projeto Atum Brasil/Japão, a aula inaugural é o começo de um longo caminho. “A responsabilidade de vocês (alunos) é muito grande nessa iniciativa. Esse é um projeto que envolve interesses estratégicos do Brasil e o Japão”, disse Calzavara.

O Centro de referência para a pesca de atum, em Santa Cruz, tem um simulador de operação de barcos de ponta cedido pelo governo do japonês. Para viabilizar a comunicação entre instrutores e alunos durante a aula, que contou também com a participação do prefeito de Santa Cruz, José Péricles, o intérprete Kunio Nakayama traduziu simultaneamente os ensinamentos de Chosho Shinjyo e Kenji Konishi, especialistas da Cooperativa de Pesca Oceânica Japan Tuna, também parceira no Projeto Atum Brasil/Japão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário