quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Criatividade e competência: Senai expõe projetos inovadores em unidades de Santa Catarina

O modelo de educação profissional do Senai, com ênfase na criatividade e competência, pode ser conhecido, até amanhã (28/10), pelos catarinenses nas unidades operacionais em todo o estado. Algumas das atrações serão os ambientes educacionais e projetos desenvolvidos por estudantes em sala de aula.

Além disso, em 13 cidades, 110 estudantes estão disputando a etapa estadual da 7ª Olimpíada do Conhecimento, no início de um ciclo de disputas que poderá levá-los ao 42º WorldSkills, em 2013, na Alemanha. Em Florianópolis, 15 projetos inovadores de docentes e alunos de todo o estado são uma atração a parte para os visitantes.


Os projetos inovadores têm aplicação industrial ou na educação profissional e tecnológica. Vão de uma película que protege a água mineral a novos processos de produção de queijos ou ao aproveitamento do biogás em granja de suínos. Em torno de 100 mil pessoas são esperadas nas unidades do Senai, que também estão conhecendo oportunidades de cursos pelos quais podem iniciar uma carreira.

A Olimpíada do Conhecimento é uma competição promovida pelo Senai e empresas parcerias, em que os estudantes são desafiados a realizar projetos e tarefas como são realizadas no dia a dia da indústria. Podem ser peças ou produtos metálicos ou de marcenaria, calçados, roupas, sites, desenhos mecânicos, sistemas de segurança do trabalho, instalações elétricas e outros trabalhos, em 30 ocupações.

Os estudantes serão avaliados pelo conhecimento, habilidade e atitude que apresentarem no planejamento, execução e apresentação dos trabalhos. Serão considerados também o comportamento, a organização do ambiente de trabalho e o aproveitamento de recursos.

O campeão em cada ocupação e os segundos colocados que atingirem pelo menos 90% da pontuação do vencedor se habilitam a continuar a disputa vagas na equipe catarinense que participará na etapa nacional da competição. Eles realizarão provas de índice, nas quais o melhor classificado e que atingir um índice mínimo, vão à fase nacional. O mesmo sistema de classificação e disputa pode levá-los à competição internacional.

O sonho de cada competidor é repetir o feito dos três catarinenses que disputaram a última edição do WorldSkills, principal disputa internacional de educação profissional e tecnológica realizada no início deste mês de outubro, em Londres.

Nesta competição, Natã Barbosa conquistou a medalha de ouro em web design e André Peripolli e Leandro Duarte Machado classificaram-se na quinta posição em robótica móvel. Eles contribuíram para que o Brasil alcançasse a segunda posição na classificação geral. A trajetória de Natã, André e Leandro começou exatamente na etapa estadual da Olimpíada do Conhecimento, em 2009.

Nenhum comentário:

Postar um comentário