sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Educação a distância: Sistema Indústria projeta ações integradas para ampliar oferta de cursos

Diante dos desafios de incrementar a preparação da força de trabalho visando às demandas do crescimento econômico, o Sistema Indústria desenvolve programas de educação a distância unindo as expertises de suas principais organizações: o Senai na formação profissional; o Sesi com a educação de jovens e adultos; e o IEL na capacitação em gestão e inovação.

Todo esse trabalho foi apresentado no recente 17º Congresso Internacional de Educação a Distância, em Manaus, com o tema A Grande Conversação – Diferentes Formas de Aprender, Conteúdos Variados e Tecnologias Diferenciadas; Interação com Diversidade.

O Programa Nacional de Educação a Distância do Senai, por exemplo, vai oferecer a partir de 2012 um conjunto de 40 novos cursos (veja o vídeo abaixo). Dez na modalidade técnica, incluindo Segurança no Trabalho, Mecânica, Automação Industrial, Manutenção e Suporte de Informática, Logística, Edificações, Petróleo e Gás, Redes de Computadores e Eletroeletrônica, além de Meio Ambiente.

Os demais 30 cursos são de qualificação profissional, com duração média de 300 horas, formando profissionais como eletricista, encanador, almoxarife, soldador, desenhista, operador de máquinas, montador ou reparador de microcomputadores e outros. Segundo a gestora do programa, Paula Martini, "os alunos terão acesso ao ambiente virtual e receberão livros didáticos com conteúdo inédito especialmente preparado para os cursos". No total, explica Paula, serão 10 mil recursos multimídia digitais – infográficos, vídeos, animações e jogos digitais– e 240 livros, além de dezenas de kits didáticos móveis e simuladores digitais.


Jovens alunos do ensino médio do ensino público, de 16 a 18 anos, e desempregados também serão beneficiados, graças à parceria com o Pronatec.

Em sua palestra no Congresso da Abed, Paula apresentou pela primeira vez o esforço corporativo do Sesi, Senai e IEL. "Os conteúdos foram indicados pelas equipes técnicas de EAD das três organizações e de suas unidades regionais. Assim, conseguimos passar a identidade sistêmica que já existe na prática."

O evento mobilizou 1.200 participantes, entre especialistas, representantes do governo federal e estaduais, professores e lideranças das organizações que atuam no setor. A ação integrada do Sistema Indústria teve a participação 91 profissionais da área tecnológica e de educação a distância. Um estande divulgou produtos, projetos e práticas em diferentes abordagens no contexto da educação profissional e de jovens e adultos, da assistência social e de programas para executivos, entre outros do Sistema.

"O evento ocorreu com grande êxito, proporcionando às organizações participantes a oportunidade de compartilhamento de conhecimento e diversidade de idéias. Foi mostrado ainda a relevância dos diferentes elementos que compõem a EAD com suas variadas abordagens nacionais e internacionais, garantindo assim a sua constante renovação", destaca a especialista do Senai Nacional, Jocyleide de Lima Silva.  

Especialistas do Sistema Indústrias desenvolveram a seguinte agenda no Congresso:
Curso
  • Ferramentas de Autoria e Publicação com Tablets e Smartphones, com Bruno Duarte, do Senai Nacional.
Palestra
  • Educação a Distância para a Indústria Brasileira, com Paula Martini, do Senai Nacional.
Mesas-redondas
  • Mobile Learning: limites, desafios e potencialidades para a educação em pedaços formais e não formais, com Bruno Duarte, do Senai Nacional;
  • Metodologia de acompanhamento de desempenho de alunos dos cursos EAD, com Fátima Lemos, do Senai do Rio Grande do Sul;
  • EAD no Ensino de Educação de Jovens e Adultos, com Ieda Gomes Melo, do Senai do Amazonas.
Trabalhos científicos
  • Um Ambiente Virtual de Aprendizagem Customizado a partir do Moodle para Atendimento de um Grande Público, com Élson Cardoso Siqueira, Fábio Britto de C. Almeida e Patrícia Freitas Braga, do Senai da Bahia;
  • O Ensino Médio a Distância: Uma Experiência com os Trabalhadores da Indústria de Mato Grosso, com Fernanda Quixabeira Machado, Hellen de Paula Bernardes, Marcos Aurélio Mendes Martins, Ana Cirlene Ferreira de Faria e Vanessa Costa Gonçalves Silva, do Sesi de Mato Grosso;
  • Estratégias de Jogos na EAD: Uma Proposta para as Disciplinas de Sociologia e Filosofia do Ensino Médio Articulado Sesi-Senai, com Celso Pinto Soares Junior, Ariana Ramos Massensini e Joseane Sousa Silva, do Sesi e do Senai de Goiás;
  • Não existe Professor na Modalidade EAD. Um Mito a Ser Quebrado, com Celso Pinto Soares Junior, Ariana Ramos Massensini, do Sesi e do Senai de Goiás;
  • Desenvolvendo Competências e Qualificação Profissional para Pessoas com Deficiência: Uma Experiência do Sesi da Paraíba, com Mariana Raposo, consultora do Sesi da Paraíba;
  • Da Apatia à Autonomia, com Ana Beatriz Lima Guedes Monteiro e Maria Serrate Tostes Leite, do Senai do Rio de Janeiro;
  • Formação e Experiência em Educação a Distância dos Professores de Jovens e Adultos, com Cleosanice Barbosa Lima, do Sesi do Ceará;
  • O Designer Educacional como um Lapidário: As Abordagens e Teorias Pedagógicas como Instrumentos de Garimpagem e Lapidação que Enriquecem o Processo de Ensino Aprendizagem, com Tatyana Ferreira Silva e Vanessa Bicas Yee Ramos, do IEL;
  • Desenvolvendo Competências e Qualificação Profissional para Pessoas com Deficiência: uma experiência do Sesi da Paraíba, com Maria de Fátima Cunha de Carvalho e Marinalda Adjunto Leite, do Sesi da Paraíba;
  • Uma Análise Social do Perfil dos Discentes de Cursos On-line do Programa de Competências Transversais do Senai, com Élson Cardoso Siqueira, Fábio Britto de carvalho Almeida, Patrícia Freitas Braga, do Senai da Bahia.
Para saber mais ligue: 61 3317-9707.

Nenhum comentário:

Postar um comentário