segunda-feira, 15 de agosto de 2011

WorldSkills 2011: Brasil escolhe equipe para o torneio de Londres


A partir desta segunda (15/8), em São Paulo, 28 alunos do Senai e do Senac participarão da última seletiva que vai apontar a equipe que irá representar o Brasil no WorldSkills 2011, principal torneio internacional de formação profissional e tecnológica, que ocorrerá de 5 a 8 de outubro, em Londres.


Nessas provas, cujos resultados serão conhecidos na sexta (19/8), os alunos competirão em 25 ocupações industriais e de serviços e comerciais (ver abaixo), e terão de alcançar índices internacionais de desempenho. Ou seja, precisam executar com precisão e dentro do prazo estipulado tarefas que reproduzem desafios do dia a dia do trabalho nas empresas. Ao alcançar o índice e se credenciar para participar do WorldSkills, os brasileiros se colocam entre os melhores profissionais do mundo em suas ocupações.

Promovido pelo WorldSkills Internacional, o torneio foi criado há 61 anos e é realizado a cada dois anos ímpares. Reúne alunos e profissionais de até 23 anos de idade, de todo o mundo, que trocam experiências e conhecimentos técnicos e tecnológicos. Na edição de 2011, serão mil competidores de 50 países, disputando medalhas e certificados de excelência em 46 ocupações. São esperados 150 mil visitantes.



Prova de revestimento cerâmico de Jecivaldo Oliveira da Silva no simulado do Distrito Federal – Foto Miguel Ângelo/Sistema Indúst
Prova de revestimento cerâmico de Jecivaldo Oliveira da Silva no simulado do Distrito Federal – Foto Miguel Ângelo/Sistema Indústria

Para participar do WorldSkills, os países selecionam suas equipes em várias etapas. No Brasil, as seletivas são feitas pelo Senai, com o apoio de empresas e organizações como o Senac. Para chegarem à disputa mundial, os alunos do Senai e do Senac passam pelas etapas interescolares, estaduais e nacional da Olimpíada do Conhecimento, a principal competição das Américas. Os primeiros e segundos lugares passam, então, por treinamento especializado e enfrentam provas simuladas, nas quais precisam confirmar notas mínimas exigidas pela organização da Olimpíada do 
Conhecimento para participar do torneio internacional.

Nas seletivas de São Paulo, serão quatro dias de provas, com os critérios de avaliação e requisitos técnicos semelhantes aos do WorldSkills. Essa é a última bateria de testes antes da viagem a Londres – o primeiro foi no Distrito Federal, em maio passado. Só farão parte da delegação do Brasil no torneio mundial os alunos que alcançarem as notas exigidas.

País-membro do WorldSkills desde 1982, o Brasil se destacou nas duas últimas edições do torneio internacional de formação profissional.  Em 2007, em Shizuoka, no Japão, ficou em segundo lugar, atrás da Coreia do Sul. Em 2009, em Calgary, no Canadá, o Brasil ficou em terceiro lugar, atrás da Coreia do Sul e da Irlanda.

Para Londres, a expectativa  é que o Brasil continue entre os melhores do mundo, diz o chefe da delegação brasileira,  José Luís Gonçalves Leitão,  gerente da Olimpíada do Conhecimento do Senai. “Estamos trabalhando para ficar entre os cinco primeiros colocados. Isso depende muito até de como os outros países estão preparados. Mas queremos chegar a uma faixa de 520 pontos, numa escala que vai de zero a 600”, explica Leitão.

Locais, ocupações e competidores:
- Senai de Vila Leopoldina, capital: 11 3641-0024
  • Polimecânica – Rodrigo da Silva Panifer (SP)
  • Sistema de Transporte da Informação – Othon Alonso Almeida (SP)
  • Desenho Mecânico em CAD – Guilherme Augusto Souza (SP)
  • Moldes – Lucas Silva Terra (SP)
  • Tecnologia da Informação – Paolo Haji de Carvalho Bueno (SP)
  • Design Gráfico – Guilherme de Souza Vieira (SP)
  • Tornearia CNC – Rafael de Oliveira Santos (MG)
  • Fresagem CNC – Thiago Guilherme Carvalho (MG)
  • Eletricidade predial – Lucas Rodrigues de Souza (MG)
  • Eletricidade Industrial – Marcos Paulo dos Santos (MG)
  • Webdesign – Natã Miccael Barbosa (SC)
  • Robótica móvel (em dupla) – Leandro Duarte Machado e André Luís Peripolli (SC)
  • Aplicação de revestimento cerâmico – Jecivaldo Oliveira da Silva (DF)
  • Mecânica de refrigeração – Willian Ramon de Sousa (DF)
  • Mecatrônica (em dupla) – Christian Alessi e Maicon Carlos Pelisaro Pasin (RS)
  • Soldagem – Lucas Landriny Costa Filgueira (RN)
  • Eletrônica industrial – Gabriel D’Espindula (PR)
  • Joalheria – Rodrigo Ferreira da Silva (RJ)
  • Instalação e manutenção de redes – Avner Miguel de Lima Santos (AL)
  • Cabeleireiro – Daniela Silva de Mello (RS)
  • Técnico em Enfermagem (em dupla) – Jéssica Peyer do Amaral e Renata Araújo Machado (RS)
- Senai de Barra Funda, capital: 11 3826-6766
  • Confeitaria – Priscila Silva Teixeira (MG)
  • Serviço de restaurante – Hemilton Heverton dos Santos (BA)
  • Cozinha – Laysa Barreto de Meneses (BA)
- Senai do Brás, capital: 11 3322-5000
  • Marcenaria – Rafael Rosan Trambini (SP)
Mais informações: 61 3317-8905 e 61 9333-8493, Juliana Borre, ou 11 3040-3874, Theo Saad.

Nenhum comentário:

Postar um comentário