terça-feira, 30 de agosto de 2011

Trabalho e cidadania: Escola móvel oferece nova perspectiva a comunidades do interior de Minas Gerais


O município de Capim Branco, localizado a 50 quilômetros de Belo Horizonte, foi palco no sábado (27/8) da festa de formatura dos 441 alunos que participaram do Programa Escola Móvel Sesi e Senai. O evento, que contou ainda com dezenas de atividades de lazer e com serviços de cidadania para a comunidade, marcou também o encerramento do programa no município, que segue para o município de Confins, na região metropolitana da capital mineira.

Realizado desde julho em Capim Branco, o Programa ministrou os cursos gratuitos de costureiro, encanador, mecânica de motos, eletricista predial, pedreiro de alvenaria, atendimento, educação e sustentabilidade, além de oficinas de bijouteria, bordado e decoupage em madeira. A moradora Maria Auxiliadora Moraes, 58 anos, foi uma das alunas do programa. Ela, que nunca tinha operado máquinas industriais, recebeu, após o curso de costureira, ofertas de empregos. “Fui convidada para trabalhar em uma empresa da região. Isso só foi possível devido ao conhecimento adquirido durante o curso”, diz.

Segundo o gerente do Programa, Levindo Costa, o objetivo da iniciativa, que tem na agenda a realização de cursos em outras dez cidades até setembro do ano que vem, é formar profissionais em curto espaço de tempo. “Pretendemos criar fonte de renda para populações de localidades onde não possuem unidades do Sesi e do Senai. Além disso, buscamos ensinar ofícios que hoje estão em falta, sempre valorizando a empregabilidade. Devemos formar, até setembro de 2012, cerca de 7.500 mil pessoas no estado”, ressalta.

Para o prefeito de Capim Branco, que acompanhou a cerimônia de entrega dos certificados, Remáculo Souza, o Programa foi fundamental para a geração de renda da população local. “Foi muito importante essa iniciativa. Tenho certeza que os alunos terão, a partir de agora, melhores oportunidades de trabalho e de renda”, afirma.
Para saber mais ligue 31 3263-4566.

Nenhum comentário:

Postar um comentário