terça-feira, 9 de agosto de 2011

Gestão social: Senai-RJ lança cursos para a comunidade da Providência


O Senai do Rio de Janeiro está ministrando os cursos de Cozinheiro e Auxiliar de Serviços Gerais para moradores do Morro da Providência, no centro da capital fluminense. Para o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, é importante participar da iniciativa. “Sempre reclamo da falta de ações sociais e quando acontecem ações desse tipo venho agradecer”, disse Beltrame, acrescentando que continuará com o foco de fazer com que a Segurança Pública seja, além de paz, desenvolvimento.

De acordo com a diretora regional do Senai-RJ, Maria Lúcia Telles, a ideia é oferecer cursos que possibilitem a rápida conquista de emprego. “Estamos aqui todos os dias para ajudar a melhorar a vida de vocês. Com esses cursos do Senai, queremos prepará-los para que garantam uma vaga no mercado de trabalho.”

Ao terminarem os cursos, os novos profissionais passarão por testes de emprego. “O Rio de Janeiro está crescendo e precisamos de pessoas qualificadas. O Senai vai capacitar para que depois possamos dar o emprego a vocês”, disse o diretor da empresa Masan, Marco De Luca. Para a aluna do curso de Cozinheiro, Maria do Carmo Ribeiro, de 40 anos, a formação trará novas oportunidades de emprego e também a possibilidade de abrir seu próprio negócio. “Há 20 anos trabalho como auxiliar de serviços gerais, mas quero entrar em outra área. Completei o sexto ano do ensino fundamental que o Sesi ofereceu aqui na comunidade e me inscrevi no curso. Acho que vou conseguir emprego rápido e depois, quem sabe, abrir meu negócio.”


Atualmente a Providência vem sendo ocupada pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), que instala uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) com o apoio de organizações como o Senai. A estratégia faz parte dos planos governamentais de criar um cinturão de segurança para a realização da Copa do Mundo e Olimpíadas na cidade. Até agora, as UPPs recuperaram territórios ocupados há décadas por traficantes e, recentemente, por milicianos, em diversas favelas dos bairros de Botafogo, Centro, Jacarepaguá, Realengo, Leme, Copacabana e Tijuca.


Nenhum comentário:

Postar um comentário