quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Começar de Novo: Programas qualificam detentos para quando deixar a prisão



O Senai vem promovendo parcerias em com governos estaduais e organizações públicas e privadas para a ressocialização de presidiários e presidiárias. No Piauí, 15 detentas (foto) de penitenciária de Teresina receberam certificados do curso de pedreiro do Senai. O curso foi realizado em parceria com a Secretaria Estadual de Justiça, o Tribunal de Justiça do estado, o Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário do estado e o Sinduscon-PI. Todo o trabalho foi realizado por meio do programa Começar de Novo, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que atua na reinserção de presos.




As aulas, que foram ministradas na própria unidade prisional de 20/7 a 29/8, contou com mulheres que cumprem pena em regime semi-aberto e aberto. As práticas foram exercitadas no refeitório da penitenciária e outros espaços. “As detentas também finalizaram uma obra de melhoria nas instalações locais”, explicou o secretário de Justiça, Henrique Rebelo. Para Conceição Tenório, diretora do Sinduscon, “existe carência de profissionais especializados na construção civil, e elas podem ver isso como uma oportunidade de se reinserirem na sociedade”.

“Sem o empenho das alunas nada disso seria possível. Estamos dispostos a transformar a estadia no Sistema Penitenciário a mais produtiva possível. Os certificados do Senai-PI têm a mesma validade dos que são distribuídos em qualquer parte do Brasil”, ressaltou o diretor regional do Senai-PI, Ewerton Pinheiro, na entrega dos certificados.

Com lágrimas nos olhos, a detenta Rosa Lima, de 46 anos, não escondia a emoção com a nova profissão. “Para mim, esse momento representa uma fase de mudança na minha vida. Eu estou perto de sair daqui e não quero voltar nunca mais. Esse certificado chegou na hora certa porque sei que lá fora fazer um curso pelo Senai é bem mais difícil. Esse caiu do céu." 

Também estiveram presentes no encerramento do curso, o diretor de Operações do Senai-PI, Mardônio Neiva, o coordenador do Grupo de Monitoramento Carcerário, desembargador Sebastião Ribeiro Martins, a juíza substituta da Vara das Execuções Penais, Lisabete Marchetti e o juiz auxiliar da Presidência do TJ, José Vidal de Freitas Filho.
Foto Senai-PI

Ressocialização na Paraíba
O Senai  da Paraíba e a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap) firmaram acordo na segunda (8/8), para levar capacitação profissional a cerca de 5% da populção carcerária do estado. Serão ministrados os cursos de Operador de Microcomputador, Instalador Hidrossanitário, Instalador Elétrico Residencial I, Confeccionador de Bolas de Couro, Confeiteiro (Pizza) e Impressor Serigráfico.

O programa, que se estenderá até dezembro de 2012, será desenvolvido dentro de unidades prisionais das cidades de Campina Grande, João Pessoa, Santa Rita, Patos e Cajazeiras. Poderão participar das aulas os apenados que apresentam bom comportamento e que cumprem regime semi-aberto. As primeiras ações começarão na próxima segunda (15/8), em Campina Grande. 

“Temos o prazer de formatar esse convênio. São 24 turmas que nós vamos treinar e isso já é um bom começo. Essa é a colaboração que nós queremos emprestar ao Estado, buscando desenvolver melhores oportunidades para aqueles que vão ser reinseridos na sociedade”, destaca o presidente do Conselho Regional do Senai-PB, Francisco de Assis Benevides Gadelha. 

Para o secretário Harrison Alexandre Targino, a parceria entre Senai e Seap vai permitir que apenados possam voltar ao convívio social. “Apostamos na busca de garantir melhores condições de reinserção social para os que hoje estão apenados. Facilitar-lhes uma condição de capacitação pessoal para o trabalho é facilitar a reinserção social saudável como preconiza a lei”, completou.
Mais informações: 83 2101-5484.

2 comentários:

  1. o Senai RJ não tem curso para dententos? Onde posso encontrar parceria no RJ para quem alguém possa volta ao convivio social no RJ? Para que possa ter a condicional é necessario que tenha uma proposta de emprego, onde posso conseguir?

    ResponderExcluir
  2. Prezado,

    Você deve entrar em contato com o Senai do Rio de Janeiro:

    0800 0231 231
    (ligação gratuita de telefone fixo no Estado do Rio)

    4002-0231
    (custo de ligação local)

    ou

    faleconosco@firjan.org.br

    Volte a nos contactar se tiver mais dúvidas.

    Abraço,

    ResponderExcluir