segunda-feira, 4 de julho de 2011

Inclusão digital: Primeiros instrutores da América Latina certificados pelo Senai e HP vão capacitar empreendedores

O Programa de Inclusão Digital para Empreendedores HP Life, da empresa de tecnologia Hewlett Packard, acaba de certificar a primeira turma da América Latina de docentes, que promoverá o programa no Tocantins, Maranhão, Piauí e Rondônia. Após uma semana de curso, ministrado no Senai de Araguaína, no Tocantins, 16 instrutores estão qualificados para capacitar empresários potenciais e donos de pequenas e microempresas, público-alvo do projeto, para utilizar os recursos da informática na abertura e/ou ampliação dos seus negócios.

O programa da HP tem a parceria da Unido/ONU, que escolheu o Senai como operador no Brasil. Quatro laboratórios de informática serão instalados no Brasil para disseminar o programa que já é aplicado em regiões como a África e o Oriente Médio, locais em que os resultados podem ser mais expressivos em virtude da alta demanda por inclusão digital.

“Uma sociedade inclusiva é aquela capaz de contemplar sempre todas as condições humanas, encontrando meios para que cada cidadão, do mais privilegiado ao mais comprometido, exerça o direito de contribuir com seu melhor talento para o bem comum”, disse a diretora regional do Senai do Tocantins, Raimunda Tavares.

O conselheiro do Sistema Fieto e presidente do SIG-TO, Sérgio Tavares,  participou do encerramento do curso, destacando a importância de um programa voltado para o micro e pequeno empreendedor visto que, classe que mesmo sendo a grande maioria no estado e no país (mais de 90%), ainda enfrenta dificuldades. “Eu costumo brincar que, como o próprio nome diz, o microempresário não é visto”.

O representante brasileiro da HP, Gustavo Aishemberg, vê o curso como um investimento na capacidade de gestão das pequenas empresas, já que a deficiência deste ponto é um dos motivos para o fechamento precoce dos empreendimentos. “O único antídoto para a mortalidade das pequenas empresas é o conhecimento”, explicou.

As novidades e próximos passos do programa foram resumidos pelo gerente-executivo da Unidade de Relações Internacionais da Diretoria de Educação e Tecnologia do Sistema Indústria, Frederico Lamego. “Na semana passada, fomos contemplados com mais três estados para receber esse programa, Roraima, Mato Grosso e Goiás. Queremos ampliar para outros estados do Norte, Nordeste e Centro-Oeste”.


Mais ações em Araguaína
A diretora regional do Senai do Tocantins, Raimunda Tavares, reuniu-se recentemente em Araguaína com os presidentes dos Sindicatos das Indústrias da Alimentação do estado (SAI-TO), Claudizete Santos; da Madeira e do Mobiliário do estado (Simam-TO; José Vasque; e das Indústrias de Reparação de Veículos, Máquinas, Aeronaves e Acessórios (Sindirepa-TO), José Febrônio. Na agenda dos encontros demandas dos sindicatos e projetos elaborados pelo Senai para atendê-las.

Como exemplo, a proposta da organização para o SAI-TO, que demandou capacitação para os profissionais do segmento, é levar cursos às regiões apontadas como as de maior concentração de empresas do segmento. Para isto, o Senai conta com ações itinerantes que levam cursos e capacitações para municípios por meio de carretas equipadas com material necessário ou mesmo com a montagem de estruturas em locais disponibilizados em parcerias.

Foi apresentado para Claudizete Santos programa que prevê a formação de dez turmas no curso de padeiro industrial, em  Araguatins, Gurupi, Colinas, Guaraí e Porto Nacional. A sindicalista acredita que o programa deve minimizar um dos gargalos do segmento: a falta de profissionais qualificados. “Talvez esse seja o maior gargalo do setor e o sindicato está sempre buscando essas parecerias para resolver este problema”, disse Claudizete.

O SIA pretende estabelecer parcerias nos municípios para atender à contrapartida necessária. Os cursos devem começar na segunda quinzena de agosto, com duração até novembro. Segundo Raimunda Tavares, o Senai vai abrir suas portas para atender necessidades de cada segmento, nas áreas de capacitação profissional, inovação e tecnologia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário