quinta-feira, 7 de julho de 2011

Emprego e renda: Rondônia forma profissionais para demandas de hidrelétricas

Em Rondônia, o Projeto Guaporé 4 acaba de certificar 150 novos profissionais nas áreas de caldeiraria, soldagem, jateamento e pintura e oxicorte. O trabalho foi executado pelo Senai-RO e a Indústria Metalúrgica e Mecânica da Amazônia (IMMA), buscando gerar emprego e renda em Porto Velho. Os formandos foram homenageados pelo presidente do Sistema Fiero, Denis Roberto Baú; o gerente de Recursos Humanos da IMMA, Gustavo Almeida; o diretor regional do Senai-RO, Vivaldo Matos Filho, o secretário Adjunto da Sedes, Alan França, entre outros.

Denis Baú destacou o trabalho da IMMA, que demonstrou a certeza de que Rondônia é realmente a nova fronteira do progresso. “A empresa tem sido uma grande parceira da Fiero e do Senai. O resultado é o ingresso das pessoas no mercado de trabalho do setor produtivo, profissionais que também contribuem para o desenvolvimento econômico e social da região Norte."
 
Segundo o representante da IMMA, Gustavo Almeida, já existem novas encomendas para as usinas de Belo Monte e Teles Pires, demanda que Rondônia tem capacidade para atender. “A IMMA fabrica qualquer tipo de equipamento metalmecânico e metalúrgico. Veio para ficar e crescer em Rondônia." Cerca de 85% dos profissionais da IMMA são formados pelo Projeto Guaporé. Esses profissionais atuam na fabricação de equipamentos para os principais projetos de energia do Norte brasileiro. “Além desses projetos, temos um grande potencial de atuação em outras regiões da América Latina”, disse Almeida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário