quarta-feira, 13 de julho de 2011

Autodesenvolvimento: Senai-MS vai levar o Lego Education às salas de aula

A Coordenadoria de Educação a Distância (COED) do Senai de Mato Grosso do Sul realizou no início desta semana (11 e 12/7), a capacitação de 12 professores da FatecSenai Campo Grande. Eles foram preparados para implantação do Projeto Lego Education de Aprendizagem e Autodesenvolvimento, que será aplicado em 300 alunos dos cursos de aprendizagem. Nesta quarta e amanhã (13 e 14/7), os professores passarão por uma assessoria onde ministrarão as primeiras aulas sob a supervisão de um consultor pedagógico da empresa Zoom Education for Life, distribuidor exclusivo do Lego Education.

Segundo a supervisora pedagógica dos cursos de aprendizagem da FatecSenai, Grace Barros Leite, a capacitação consiste na contextualização de temas presentes da apostila de trabalho do projeto e na montagem dos robôs feitos com Lego. “Cada professor com sua determinada matéria debate as diversas formas de inserir seu conteúdo no processo de organização e execução do Lego”, disse, acrescentando que quando aplicado aos alunos, o professor oferecerá uma situação de estudo e, a partir daí, os alunos vão utilizar as peças de Lego para montar robôs que executam determinadas tarefas.

A coordenadora da educação á distancia do Senai, Maíse Rodrigues Sá Giacomelli, explica que para a realização da capacitação os professores receberam o chamado kit 9797, que contém as peças para montagem e o processador – uma espécie de computador que dará movimento ao boneco montado com as peças. “Desenvolvemos as qualidades pessoais, trabalho em equipe, envolvimento, relacionamento, criatividade e habilidades, desafiamos professores e alunos a buscar soluções para os problemas."

Para o instrutor de couros e calçados e segurança do trabalho da FatecSenai, Fabrício Castelli, a iniciativa é uma ótima oportunidade de mostrar aos alunos como devem agir na prática quanto aos cuidados com a segurança do trabalhador. “Com essas aulas posso verificar as atitudes e o nível de compreensão no que diz respeito à segurança do trabalho durante a montagem de um robô, por exemplo."

Maíse Giacomeli explicou que o Projeto Lego será executado em 18 meses e abordará temas como empreendedorismo, ética e cidadania, higiene e segurança no trabalho, meio ambiente, qualidades pessoais e tecnologia de informação. “A primeira etapa a ser desenvolvida neste ano atenderá 235 alunos matriculados nos cursos de auxiliar administrativo, assistente de controle de qualidade, assistente de produção industrial e assistente administrativo industrial. A segunda etapa, em 2012, terá 65 alunos dos cursos de assistente administrativo industrial e assistente de controle de qualidade."

Nenhum comentário:

Postar um comentário