sexta-feira, 10 de junho de 2011

Respeito ao meio ambiente: Alunos aprendem a preservar recursos naturais

Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente (5/6), o Senai do Distrito Industrial de Manaus (PIM), que capacita trabalhadores da construção civil, realiza programação especial para seus alunos e pessoas de comunidades vizinhas. Durante a semana (7 a 10/6), a organização promove ações com foco ambiental. Cerca de 150 jovens dos cursos de ensino básica do Sesi articulado com a Educação profissional do Senai (Ebep) e da Escola Estadual José Carlos Mestrinho participaram de dinâmica, plantação de árvores ornamentais e frutíferas, palestras, projeção de vídeos, exposição de trabalhos de reciclagem e de preservação do meio ambiente e de distribuição de mudas.

O aluno do curso de hidráulica do Senai-AM, Alan de Lima, de 21 anos, colocou as mãos na terra para plantar a sua primeira árvore na área lateral da escola, comprometendo-se em tornar mais comum o plantio de sementes e mudas que, segundo o jovem, será um meio de contribuir com a vida e o meio ambiente. “Preservar o verde é preservar a vida de todos. Sem floresta, rios e oxigênio, vamos morrer de fome ou de alguma doença trazida pela devastação da qual estamos participando”, destacou Alan.

Alan: "Ao plantar, tive a sensação de estar cultivando um mundo melhor e mais verde” - Foto Senai-AM
Alan: "Ao plantar, tive a sensação de estar cultivando um mundo melhor e mais verde” - Foto Senai-AM

O Senai do PIM possui mais de 20 cursos de qualificação, aperfeiçoamento, iniciação e aprendizagem para atender à demanda por profissionais capacitados nos mais variados segmentos do setor da construção civil. A coordenadora de Educação e tecnologia do Senai-AM, Ana Rosa Rodrigues, assegura que assuntos relacionados ao meio ambiente são tratados em todos os cursos ministrados na escola, por meio de disciplinas transversais.

Segundo Ana Rosa, a indústria da construção civil acumula resíduos sólidos e líquidos de construções sem planejamento e de forma desorganizada, causando o desperdício de materiais. Daí o cuidado curricular em estudar os impactos de algumas atividades profissionais no meio ambiente e a importância de preservá-lo.

Na agenda da semana, o engenheiro ambiental Geraldo Macedo Neto promoveu a palestra Meio ambiente e o futuro da humanidade. Ele destacou a iniciativa do Senai de sensibilizar os adolescentes a ter maior responsabilidade com o destino dos lixos e com o consumo exagerado das riquezas naturais é prioridade para o bem-estar da sociedade e sua sustentabilidade. “É importante chamar a atenção para a devastação das florestas e do acúmulo de resíduos que geramos, pois os recursos naturais não são infinitos, como se imaginava antigamente, e esse bem vital para a sobrevivência da humanidade está cada vez mais escasso”, destacou Macedo Neto.

O engenheiro falou do artigo 225 da Constituição Federal, sobre meio ambiente, que incube o Poder Público o dever de promover a Educação ambiental em todos os níveis de ensino e a conscientização pública para a preservação do meio ambiente. “Temos uma lei que é ignorada pelas instituições de ensino, motivado principalmente pela falta de cobrança. A base deste trabalho de informar deve ser as crianças, para que possamos ter cidadãos adultos conscientes da importância das florestas em pé, dos animais silvestres vivos e do ar puro”, ensinou o engenheiro.

Ebep em Alagoas

No início deste mês, cerca de 60 técnicos e professores do Senai de Alagoas que atuam no programa Ebep - que articula o ensino básico ministrado pelo Sesi com a Educação profissional oferecida pelo Senai - participaram de capacitação sobre a metodologia de articulação curricular recém-lançada. A iniciativa busca potencializar a formação integral dos alunos via Ebep. O encontro teve as participações das gestoras do programa Neyara Aguiar, do Sesi Nacional, e Mônica Carneiro, do Senai Nacional, além das especialistas do Sesi e do Senai da Bahia, respectivamente, Cristina Andrade e Aylana Gazar.
Para saber mais ligue 82 3327–8734.

Nenhum comentário:

Postar um comentário