quarta-feira, 1 de junho de 2011

Fashion Rio: Livro contará a história da moda nos últimos 10 anos

O Sistema Firjan comemora nesta edição do Fashion Rio e do Rio-À-Porter 10 anos de apoio à moda do Rio e prepara um livro, com o título 10 anos de Moda, para contar essa história. Os números de hoje comprovam o acerto da iniciativa em 2001, com a formação do Fórum Empresarial de Moda do Sistema e a mobilização de empresários, consultores e parceiros do setor para pensar e desenhar propostas para a moda brasileira. 

Um ano após a formação do Fórum de Moda, nascia o Fashion Rio, alcançando rapidamente o posto de principal vitrine da criatividade brasileira, marcando o calendário da moda e ajudando a desenvolver a cadeia industrial do setor. O salão de negócios, hoje Rio-à-Porter, veio em seguida, tornando-se referência em todo o país.



Veja o desfile da Salinas, que abriu o Fashion Rio Verão 2012


O livro vai registrar essa bem-sucedida trajetória percorrida pela moda do Rio na última década. Valéria Delgado, coordenadora do Senai Moda e Design, irá comandar um bate-papo com personagens que fizeram parte dessa história. Entre eles Jaqueline de Biase, Robert Guimaraes, Fred Dorey e Paulo Borges, presenças confirmadas. Na pauta, dez fatos relevantes que marcaram o mercado de moda, como o charme brasileiro da nossa moda praia e a fertilidade de eventos, como a Babylonia Feira Hype, por exemplo.

Valéria também apresentar um breve passeio pelas dez ações do Sistema Firjan escolhidas para representar o período: o projeto Despertar para a Moda, que sensibilizou jovens para as profissões da produção da cadeia de moda, o Fórum Empresarial da Moda, as Missões Internacionais, o Fashion Rio e o Rio-À-Porter, a Fevest, o Alto Verão Carioca, as edições do Caderno Perfil com inspirações e tendências, o Guia Rio Capital da Moda e o Giro Senai Design.

De 2001 para cá, o Rio de Janeiro se diferenciou e qualificou os destinos de exportação ao conquistar mercados altamente exigentes. De acordo com levantamento do Centro Internacional de Negócios (CIN), nos últimos 10 anos as exportações da moda fluminense cresceram de mais de 120%.

O preço médio da moda fluminense saltou de US$ 22,75 por quilo (entre janeiro/abril de 2002) para US$ 104,21 por quilo (entre janeiro/abril de 2011). Esta valorização – de 358% – confirma a vocação do Estado do Rio de Janeiro para a produção de moda com alta qualidade e diferenciação, e expressa sua capacidade de agregar valor aos produtos exportados. Como conseqüência, o Rio aumentou expressivamente sua participação no total das exportações brasileiras da moda: saltou de 6,54% (janeiro/abril 2002) para 17,28% (janeiro/abril 2011).
 
Nesta edição Primavera/Verão 2011-2012, o Projeto Comprador trará 220 compradores convidados. Em parceria com a Abit, 30 deles virão dos Estados Unidos, Reino Unido, Rússia, Espanha, Alemanha, Peru, Emirados Árabes, Holanda, Bélgica, Nova Zelândia e Irlanda.

“Nos últimos dez anos informamos, formamos e transformamos a cadeia de moda carioca com determinação, trabalho e criatividade. Hoje ampliamos as ações do Sistema e estamos levando o design a toda a indústria. Os resultados da moda do Rio em exportação comprovam que ganhamos competitividade”, afirma o presidente do Sistema Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira.
 
Polos de Moda  

Participam do Rio-À-Porter 13 polos de moda do estado que têm apoio do Senai Moda e Design. A presença dos polos é um incentivo ao fortalecimento desses importantes centros produtivos, que se beneficiam em escala progressiva das parcerias geradas pela visibilidade no principal evento de moda e negócios no país. Estão presentes os polos de Friburgo, Cabo Frio, Campos, Itaperuna, Joias Cariocas, Moda Carioca, Moda Rio, Niterói, Petrópolis, São Gonçalo, Sindtêxtil, Social Carioca e Sul Fluminense.
Clique aqui para saber mais sobre as atrações do Fashion Rio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário