sexta-feira, 3 de junho de 2011

Brasil Competitivo: Prêmio de inovação tem mais de 400 inscrições

A primeira etapa do Prêmio Nacional de Inovação (PNI), que acaba de ser encerrada, recebeu 425 inscrições de 251 empresas. Dessas, 127 são de micro e pequeno porte e 124 de grandes e médias empresas. Os números superam a meta da CNI e do Movimento Brasil Competitivo (MBC), idealizadores do prêmio, lançado neste ano. “A meta era de 400 propostas, tendo em vista que esta é a primeira edição”, explica o analista de política e indústria da CNI, Rodrigo Teixeira, que coordena o prêmio.

A segunda fase, na qual só estão participando empresas previamente qualificadas na primeira, se encerra nesta sexta (3/6). As classificadas devem apresentar os detalhes do projeto que concorrerá aos prêmios. Das inscritas, apenas 24 empresas se classificarão para a fase final, quando serão realizadas visitas técnicas e definidas as vencedoras nas categorias gestão da inovação, competitividade, desenvolvimento sustentável e design. O resultado será divulgado em 2 de agosto.

A categoria gestão da inovação teve 147 inscrições; de competitividade 135; desenvolvimento sustentável, 93; e design, 50. A maior concorrência na categoria gestão da inovação é um reflexo das estratégias do Movimento Empresarial para a inovação (MEI), que pretende colocar a inovação no centro da estratégia das empresas. “Os critérios de julgamento do prêmio, principalmente na categoria gestão da inovação, estão alinhados com as políticas do MEI”, afirmou Teixeira.

A premiação para esta categoria é um crédito para desenvolver um projeto, automaticamente aprovado no Edital Senai Sesi de Inovação 2012. Para médias e grandes empresas o valor é de R$ 600 mil e, para micros e pequenas, de R$ 300 mil. Nas outras três categorias, o prêmio é um curso de gestão executiva em uma grande instituição internacional.

Os incentivos não se limitam apenas para as empresas vencedoras, pois, de acordo com Teixeira, todas as organizações que enviaram os projetos para análise receberão uma resposta com sugestões de consultores contratados pelos promotores do prêmio. “O simples fato de participar da iniciativa vale como uma assessoria”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário