terça-feira, 3 de maio de 2011

Qualidade em gestão: Mato Grosso premia indústrias vencedoras do programa Quali-MT

As indústrias Milanflex Indústria e Comércio de Móveis e Equipamentos, de Cuiabá, e a Rexam Amazônia, uma das líderes mundiais em embalagens para setores como bebidas, alimentos, cuidados pessoais e saúde, levaram o ouro no Programa Mato-grossense da Qualidade (Quali-MT), pela excelência em seus processos de gestão.


Criado em 2007, dentro do Programa Indústria em Ação, do Sistema Fiemt, o Quali-MT é considerado pela indústria forte indutor do aprimoramento dos sistemas de gestão nas empresas. Nas indústrias, o Quali-MT é desenvolvido pelo Senai-MT, que oferece consultoria em gestão com foco em oito critérios de excelência: liderança, estratégias e planos, clientes, sociedade, informações e conhecimentos, pessoas, processos e resultados.

Tudo para ajuda as empresas a aumentar a credibilidade, melhorar a capacitação de profissionais e entender melhor as exigências do mercado. Além disso, o setor privado se prepara com o Qualit para pleitear certificações, como a ISO 9001:2008 (gestão de qualidade), ISO 14000 (gestão ambiental) e a ISO 26000 (gestão de responsabilidade social). Em sua quarta edição, o Quali-MT contabilizou a participação de 24 empresas. Também foram premiadas companhias nas categorias prata e bronze. 
Mais informações pelo telefone (65) 3611-1657.

Qualidade no Paraná
O Cietep, em Curitiba, foi palco da recente entrega do Prêmio Paranaense de Qualidade em Gestão (PPrQG), um reconhecimento da excelência da gestão de empresas sediadas no estado. A Masisa do Brasil, que atingiu 500 pontos na categoria Nível 2, ganhou o troféu ouro. É a primeira empresa sediada no Paraná que recebe essa premiação. “Para nós esse prêmio é especial. A Masisa completa 15 anos no Brasil e nessa caminhada já participamos e levamos o troféu de bronze e prata em outras edições”, destacou o presidente da empresa, Jorge Hillmann. “O troféu de ouro nos encoraja para um progresso e aprimoramento constante em nossa empresa”, acrescentou.

Para o presidente da DB1 Informática, Ilson Rezende, que recebeu a premiação na categoria Nível 1, com avaliação máxima de 250 pontos, o reconhecimento representa uma evolução nas formas de gestão empresarial. “Percebemos um aumento da competitividade em nossa empresa, além de descoberta de novas possibilidades e melhorias na gestão”, afirmou. Rezende destacou também a evolução percebida pelos clientes. “As melhorias e a qualidade foram notadas e elogiadas tanto pelos nossos colaboradores, como pelos nossos clientes”.

Promovido pelo Movimento Paraná Competitivo e pelo IBQP, em parceria com o Sistema Fiep, o prêmio avalia a evolução das empresas que adotam o Modelo de Excelência da Gestão (MEG), metodologia internacional voltada para uma visão sistêmica da gestão organizacional.

“Essas iniciativas vem ao encontro do que o Sistema Fiep está buscando, que é a inovação, a criatividade, a produtividade e o empreendedorismo nas empresas e indústrias do estado", disse o diretor regional do Senai-PR, João Barreto Lopes. Durante a cerimônia, Barreto também recebeu placas de homenagem pela atuação do Sistema.

Durante a premiação desta quinta, foi lançado o Ciclo 2011 do PPrQG. Este ano, as novidades do Prêmio incluem melhorias nos critérios de inscrição, facilitando a participação de mais empresas. Segundo a coordenadora do prêmio, Luciana Grandizoli, “as organizações que acreditam em um modelo de gestão conseguem resultados ainda melhores para os negócios”.
Mais informações pelo www.ibqp.org.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário