sexta-feira, 6 de maio de 2011

Formação de lideranças: Programa assegura qualidade dos processos e do atendimento

Senai de Santa Catarina, em parceria com a Fundação Dom Cabral, está ministrando o Programa de Desenvolvimento de Lideres (PDL), que está em sua quinta turma, formada por 30 profissionais da organização (foto). Segundo o diretor de Desenvolvimento Organizacional do Senai-SC, Marco Antônio Dociatti, essa é uma estratégia de longo prazo das organizações. "Nenhuma empresa se pereniza ou ganha longevidade sem a construção de um modelo de gestão e uma formação de base".

Ivonei Fazzioni

O PDL faz parte da capacitação contínua do corpo de funcionários da organização. O objetivo é criar condições para que o Senai atenda às demandas do setor empresarial com qualidade. Em 2009, 246 pessoas participaram de programas. "Nosso propósito é firmar as teorias, a filosofia e alicerçar e disseminar os valores dentro da organização."

O PDL tem 90 participantes desde 2006, quando foi criado. Do total, 62% ascenderam profissionalmente, sendo que 41% dos atuais diretores e diretores adjuntos de unidades passaram pelo programa. Para Dociatti, um dos atuais grandes desafios das empresas é criar uma força competitiva com base nos líderes. As empresas precisam pensar em estratégias futuras, mas também em quem serão as pessoas que conduzirão essas estratégias.

Pesquisa realizada pela Kienbaum, consultoria na área de recrutamento de executivos e gestão de recursos humanos, com 1,2 mil executivos de 18 companhias brasileiras – que somam faturamento de US$ 1,3 bilhão – apenas 15% dos líderes têm potencial para receber mais responsabilidade ou ascensão de imediato. O levantamento, que considerou as competências e habilidades dos líderes entrevistados, observou que menos de 50% dos líderes avaliados têm potencial para ampliar suas responsabilidades ou ascender profissionalmente nos próximos cinco anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário