quarta-feira, 4 de maio de 2011

Brilho nos pés: Tecnologia resulta em modelos luminosos; do luxo ao esportivo

Em fevereiro, a Sacks Nova York começou a vender 
o modelo da foto assinado pelo designer
Divulgação internet
Edmundo Castillo, adequadamente batizado de Tron. A direção de arte do filme de mesmo nome, que inspirou o projeto, adota a estética glow sem reservas, com linhas de luz colorida definindo os contornos dos corpos e dos objetos. O preço gira em torno dos 1.650 dólares.


A Nike, que tem várias incursões na área dos modelos iluminados, está para lançar ainda este ano o Hyperfuse, outro que brilha no escuro. Na última temporada de basquete americano, o jogador Blake Griffin usou um, aguçando o apetite dos compradores, mas o lançamento para o público em geral deve sair só no segundo semestre.



Do outro lado do planeta, na China, uma empresa vende em grande volume, desde o começo do ano, cadarços também com led e pequena bateria embutida na língua, que garantem a devida popularização do efeito luminoso. A essa altura, o mercado já incorpora produtos de baixo e alto preço que se valem do recurso. Limitações a parte, o resultado é curioso e a tendência é pelo crescimento do número de adeptos da estética neon. No caso, conduzida literalmente a pé até ao sucesso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário