terça-feira, 3 de maio de 2011

Barulho não: Estudantes de Joinville participam de atividades pela redução do ruído

Com paródias, danças, mostra de ruídos e experiências sonoras 420 estudantes de aprendizagem da unidade sul do Senai de Joinville, em Santa Catarina, participaram do Dia Internacional de Conscientização Sobre o Ruído, comemorado em 27 de abril. O objetivo das atividades foi conscientizar os estudantes que estão se iniciando no mercado do trabalho a respeito da importância da prevenção dos danos causados pelo excesso de barulho, seja no ambiente de trabalho, no lazer ou em outras situações do cotidiano.

Segundo a coordenadora estadual da campanha, a fonoaudióloga Aline Gomes da França, que atua na Prefeitura de Joinville, em Santa Catarina, as pessoas expostas à pressão sonora apresentam algum tipo de prejuizo de audição. São problemas que "podem vir associados a quadros de insônia, depressão, hipertensão, tontura, dores de cabeça, problemas gástricos e irritabilidade."

Ao propor as atividades lúdicas, os docentes dos cursos de aprendizagem do Senai incentivaram os estudantes a pesquisar sobre o assunto. O principal resultado foi que os alunos perceberam a importância da prevenção e do uso dos equipamentos de proteção individual.

Os problemas de audição podem surgir em diversas situações. Aline explica que a exposição ao barulho das ruas, do trabalho e do lazer pode causar irritação e até mesmo perda de audição (temporária ou permanente). Quando o som ultrapassa os 85 decibéis, torna-se nocivo ao homem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário