quinta-feira, 14 de abril de 2011

Olimpíada do Conhecimento: DF começa a treinar equipe de competidores

Com 188 participantes, o Senai do Distrito Federal começará a treinar sua equipe para a 7ª Olimpíada do Conhecimento, a mais importante competição da América Latina que é promovida pelo Senai e parceiros. A largada para o treinamento da fase interescolar no DF será em 1º de maio, Dia do Trabalho. Estão inscritos jovens das unidades do Senai de Taguatinga, Gama e Brasília.

A fase interescolar da Olimpíada é apenas o ponto de partida de um longo caminho a ser percorrido por aqueles que se destacarem em suas ocupações. Exemplo é a trajetória do estudante do Senai de Taguatinga, Jecivaldo de Oliveira. Baiano de nascimento, Jecivaldo mora em Brasília há seis anos. “O estudo no Senai é de grande importância para minha carreira de aplicador de revestimento cerâmico, e mercado carece deste tipo de qualificação”.

O treinamento começa no Dia do Trabalho, numa alusão ao suporte oferecido pela Olimpíada do Senai para o acesso de jovens no mercado de trabalho - Foto Senai-DF
O treinamento começa no Dia do Trabalho, numa alusão ao suporte oferecido  pela Olimpíada do Senai para o acesso de jovens no mercado de trabalho
Foto Senai-DF


Jecivaldo e Willian Ramon Grassioti de Souza, da ocupação de Mecânico de Refrigeração, se destacaram na Olimpíada passada, realizada em março de 2010, no Rio de Janeiro. Agora, ambos treinam forte para fazer parte da delegação brasileira que vai competir no próximo WorldSkills, maior torneio de educação profissional e tecnológica do mundo, que ocorrerá em outubro próximo, em Londres.

Em 2009, no Canadá, Helena Quintas Simões garantiu para o Distrito Federal diploma de excelência na ocupação Design Gráfico. Em 2007, no Japão, os alunos Yarlei Procópio e Luiz Alberto Monti ficaram entre os dez primeiros colocados em jardinagem e paisagismo. A melhor participação de um aluno do Senai-DF no WorldSkills ocorreu em 1999, no Canadá, quando André Luiz Ramos de Freitas garantiu medalha de ouro na ocupação eletricidade predial.


Holandês destaca trabalho do Senai-DF
A preparação da equipe do Senai-DF para o WorldSkills ocorrer na unidade de Taguatinga, a cerca de 20 quilômetros de Brasília. O destaque nesta semana fica para a presença do especialista holandês Michel Van Erkelens, que promove um treinamento especial para o jovem Jecivaldo Silva, na ocupação Aplicação de Revestimento Cerâmico.


Jecivaldo recebe atenção exclusiva por ser o representante do Senai-DF na competição de Londres. Um workshop está sendo oferecido a instrutores de unidades do Senai do Maranhão, Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná, Sergipe, Espírito Santo, Alagoas, Tocantins, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Paraná.

Erkelens elogiou a técnica ensinada pelo Senai e garantiu que Jecivaldo terá todas as possibilidades de fazer ter ótima performance no WorldSkills 2011. “A competição será muito disputada, mas com a participação do Jecivaldo, que é esperto, rápido e concentrado, o Brasil poderá se destacar."

“Ele está dando dicas muito boas sobre técnicas específicas, regras e detalhes da competição, entre outras coisas. Por ser meu primeiro WorldSkills, essa oficina com o Michel será de grande importância para o meu desempenho em Londres”, destacou Jecivaldo Oliveira, durante avaliação feita na terça (12/4).

“As técnicas aprendidas pelos alunos aqui em Brasília é bastante apurada”, disse o holandês. Segundo ele, desde a sua primeira vinda ao Brasil, em 2006, até este momento, “os estudantes melhoraram bastante suas competências e conhecimentos”. Erkelens destacou que os participantes da oficina ganharão know how para o mercado, e que para o contexto brasileiro, eles estão aptos para o exercício pleno da ocupação.

O especialista holandês ressaltou que no Brasil as pessoas trabalham bastante em grupo e isso é muito importante para o exercício de ocupações na área da construção civil. Outras competências básicas foram analisadas por Erkelens entre os instrutores, como pontualidade, disciplina, concentração, planejamento, dedicação, motivação e afinco. Para ele, sem essas competências nenhum profissional pode estar capacitado para atuar neste setor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário