segunda-feira, 18 de abril de 2011

Eletroeletrônicos e construção civil: Novos negócios geram mais renda e empregos para Londrina

“Estamos levando daqui muitas solicitações de orçamentos para cotações de diversos produtos”. É com este otimismo que a encarregada do setor de vendas da Otto Sistemas Hidráulicos, Yara Gall Manchini, define a participação da empresa londrinense na 1ª Rodada de Negócios, que se realizou durante a 7ª Feira Eletromecânica e Construção Civil, na semana passada, no Senai de Londrina, no Paraná.

Participaram compradores da construtora A.Yoshii, de Londrina; da MGL Mecânica de Precisão, de Cambé, e da Cooperativa Integrada, de Assaí. “Pedimos alguns orçamentos e vamos avaliá-los após a feira. Estamos buscando fornecedores para atender os nossos projetos de automação, especialmente no novo centro empresarial do Jardim Sul, na Gleba Palhano”, revela Wilson Hossaka, diretor comercial da construtora A.Yoshii. “Foi muito válido porque diariamente não temos o tempo suficiente para ouvir as propostas dos fornecedores”.

Clodoaldo Martins, encarregado do setor de almoxarifado da indústria têxtil da Cooperativa Integrada, ficou impressionado com a possibilidade na redução dos custos. “Tem produtos que a gente busca lá fora e que nos foram apresentados por empresários daqui da região. Poderemos assim reduzir gastos com fretes e ter uma melhor garantia da entrega do produto”, ressalta.

Para a gerente do setor de compras da MGL Mecânica, Alessandra Simões, a interação com os fornecedores foi o grande diferencial do encontro. “Pudemos conhecer todos os produtos do fabricante e não apenas uma determinada linha. Além disso, descobrimos novos fornecedores na Rodada”, destaca Simões.

“Para nós que somos de Londrina e que trabalhamos há mais de 25 anos no mercado de uniformização profissional, este encontro de negócios nos deu a oportunidade de conversar com grandes empresários da construção civil”, afirma o proprietário da FG Uniformes, Claudenilson Daniel.

Também participaram da Rodada os representantes de vendas da Rolemax, Bianchini, PID, Indusfrio, Vtech, SKA, Hidromatic, HP Eletromecânica, Plaenge e Junbo Indústria Mecânica . “Nosso objetivo era facilitar o surgimento de novas oportunidades de negócios. E saímos muito satisfeitos ao final desta primeira etapa. Certamente podemos afirmar que novos empregos serão criados e que haverá uma geração maior de renda para a nossa região”, diz, Paulo Dichiara, consultor empresarial e coordenador da Rodada de Negócios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário